ANP: apenas a minoria da população é contrária aos leilões de áreas

Oddone afirmou que o grupo representa "a menor parte da população, a maioria da sociedade quer o leilão", disse.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/09/2017 10:34

O diretor geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, Décio Oddone, deu início nesta quarta-feira (27/9) à 14ª Rodada de Licitações de Áreas de Petróleo e Gás Natural, ressaltando que o evento representa a retomada dos investimentos do setor e que tem o apoio da maioria dos brasileiros. "Vamos sair da maior crise que já vivemos para a maior retomada", disse Oddone.

A ONG 350.org se credenciou para o leilão e aguarda decisão da Justiça para poder entrar no salão onde está sendo realizado o evento e realizar uma manifestação pacífica contrária à venda. 

Oddone afirmou que o grupo representa "a menor parte da população, a maioria da sociedade quer o leilão", disse.

Presente no evento, o Secretário Geral da Presidência, Moreira Franco, também destacou a oportunidade de investimentos do certame. "Hoje é um dia importantes para a retomada dos investimentos e superação da crise", afirmou no discurso de abertura.

Para o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, os leilões de petróleo e gás natural trazem dinheiro e empregos para os Estados e são fundamentais para a retomada da economia e para levar o Brasil a um patamar mais relevante no setor. 

"Vamos colocar o Brasil e o Rio no mapa das empresas petroleiras", disse o ministro antes do início das ofertas.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.