Empresas de lonas que sonegaram R$ 150 milhões são alvo de operação em MG

Desde o final da década de 1990, três empresas agiam juntas para a emissão de notas "frias" através de outras empresas de fachada, segundo a Polícia Civil de Minas Gerais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/09/2017 14:18

Um esquema de sonegação de impostos que tirou ao menos R$ 150 milhões dos cofres públicos é desarticulado nesta quarta-feira (27/9), na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A Operação Beija Lona cumpre quatro mandados de prisão, além de outros de busca e apreensão, contra empresários do setor de lonas plásticas suspeitos de coordenar a prática.

Desde o final da década de 1990, três empresas agiam juntas para a emissão de notas "frias" através de outras empresas de fachada, segundo a Polícia Civil de Minas Gerais. A operação é realizada em parceria com o Ministério Público e a Receita Estadual de Minas.

As equipes estão nas ruas em Belo Horizonte e nos municípios de Contagem e Ibirité, na Região Metropolitana. Um ex-prefeito de Ibirité é um dos envolvidos, de acordo com a polícia. 

Um balanço da operação deve ser divulgado após o fim das buscas.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.