Governo editará MP ampliando prazo do Refis para 31 de outubro

Pela MP original que criou o programa e que está em vigor atualmente, esse prazo se encerraria nesta sexta-feira, 29 de setembro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/09/2017 13:33

O presidente da República, Michel Temer, editará uma nova medida provisória (MP) ampliando para 31 de outubro deste ano o prazo de adesão ao Refis, programa de parcelamento tributário com a União. A informação é do líder do governo na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), e do relator da matéria, deputado Newton Cardoso Júnior (PMDB-MG). 

Pela MP original que criou o programa e que está em vigor atualmente, esse prazo se encerraria nesta sexta-feira, 29 de setembro.

Nessa quarta-feira (27/9), deputados aprovaram no plenário da Câmara o texto-base da MP original ampliando a adesão para até 31 de outubro. 

O prazo, porém, só passaria a valer após a proposta ser aprovada em caráter definitivo pela Câmara e pelo Senado e sancionada pelo presidente Michel Temer. Até lá, a adesão ficaria suspensa a partir desta sexta-feira (29/9), e seria retomada após a sanção presidencial das novas regras. 

As mudanças no texto da MP precisam ser sancionadas até 11 de outubro, quando a proposta perde a validade.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.