Saques das contas inativas do PIS/Pasep começam em 19 de outubro

Ao todo, 8 milhões de homens com mais de 65 anos e mulheres acima dos 62 têm direito de acessar o recurso. O valor médio de cada saque será de R$ 1.750

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/09/2017 16:55 / atualizado em 28/09/2017 17:05

José Cruz/Agencia Brasil

 
O governo federal divulgou, na tarde desta quinta-feira (28/9), o cronograma de saques das contas inativas do Programa Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). A partir do próximo dia 19, 8 milhões de idosos e aposentados poderão realizar o saque em agências da Caixa Econômica Federal e do Bando do Brasil. O valor médio de cada saque será de R$ 1.750,00.
 

Para adotar a medida, que visa ajudar na retomada do consumo das famílias, o governo alterou a regra e passou a permitir que homens com mais de 65 anos e mulheres com mais de 62 ganhem direito a acessar o valor hoje retido. As datas dos saques foram definidas assim:

19 de outubro: para pessoas com 70 anos ou mais 
17 de novembro: aposentados
14 de dezembro: mulheres com 62 e homens com 65 anos em diante

Os contribuintes da iniciativa privada têm direito ao PIS, que será pago somente em agências da Caixa. Ao todo, 6,4 milhões de pessoas poderão fazer os saques, que somarão R$ 11,2 bilhões. Já os contribuintes do serviço público, que somam 1,6 milhão de brasileiros, têm direito ao Pasep e deverão procurar agências do Banco do Brasil. Esse grupo deve retirar, ao todo, R$ 4,7 bilhões.

A previsão dos saques estava definido desde o último mês, quando o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, antecipou os objetivos do governo em liberar os recursos para aquecer a economia com a injeção desses quase R$ 16 bilhões. A estratégia é parecida com a liberação das contas inativas do FGTS, que colocou, ao longo do ano, R$ 44 bilhões na economia.

Os recursos serão repassados aos bancos até 5 de outubro. Já o crédito deve ser automático em conta de correntistas da Caixa e do Banco do Brasil, e as transferências para outros bancos devem ocorrer sem custos.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.