FMI eleva a 3,6% previsão de crescimento global em 2017 e pede reformas

Abaixo da média global, Fundo piora previsão de crescimento do Brasil em 2018

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/10/2017 10:11

O Fundo Monetário Internacional (FMI) elevou levemente nesta terça-feira a 3,6% a previsão de crescimento econômico mundial este ano e a 3,7% em 2018 - contra 3,5% e 3,6% anunciados em julho -, mas pediu reformas para garantir uma recuperação sustentável. A tendência de recuperação em 2017 está ancorada no desempenho das economias desenvolvidas, sendo que os mercados emergentes teriam um papel maior em 2018, apontou a instituição em seu Panorama Econômico Mundial.


Brasil

O Fundo Monetário Internacional (FMI) melhorou a previsão de crescimento do Brasil em 2017, mas piorou a taxa para 2018. Conforme o estudo, o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro terá expansão de 0,7% neste ano, taxa 0,5 ponto percentual acima da última projeção, de 0,2%, feita em julho. O Fundo, no entanto, reduziu em 0,2 ponto percentual a estimativa para o ano que vem na mesma base de comparação, passando de alta de 1,7% para 1,5%.

A previsão do Fundo para o Brasil neste ano fica em linha com a mediana das estimativas do mercado, mas o país permanece com taxas de crescimento menores do que a média mundial, que teve suas taxas ampliadas pelo FMI.

De acordo com as novas estimativas da organização multilateral, o mundo crescerá 3,6%, em 2017, e 3,7%, em 2018. As projeções anteriores eram de 3,5% e de 3,6%, respectivamente. O país também terá expansão inferior à média da América Latina, de 1,2%, neste ano, e de 1,9%, no ano que vem. Saiba mais aqui.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.