Amazon expande os negócios e passa a vender eletrônicos pela internet

Pioneira em e-books, a gigante do e-commerce entra, nesta quarta-feira, no disputado mercado de smartphones, tablets e computadores

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/10/2017 00:10

David Ryder/Getty Images/AFP

 
A gigante Amazon entra, a meia-noite desta quarta-feira (17/10), no disputado mercado de venda de eletrônicos pela internet. Pioneira na venda de e-books e comercializando também livros físicos pelo site Amazon.com.br, a empresa agora expande seus negócios com a oferta de smartphones, tablets, computadores, máquinas digitais, videogames, acessórios e periféricos, novos e usados.
 
 
Conforme Alex Szapiro, gerente nacional da Amazon.com.br, o momento é importante para empresa, que passa a oferecer eletrônicos, com diferenciais para os compradores e vendedores. Para quem quiser vender equipamentos no site da Amazon, Szapiro informa que a companhia oferece a precificação automática. “Como no modelo de venda ganha destaque a oferta que tiver o melhor preço do produto e do frete e a melhor avaliação do vendedor, a precificação automática é uma ferramenta importante”, diz. Com ela, é possível programar regras para os preços. “Por exemplo, cada vez que tiver alguém oferecendo preço menor que o meu, posso deixar ele mais competitivo, baratear ou reduzir frete”, explica.
 
Outro detalhe inovador, conforme Szapiro, é a comissão fixa em 10% para o vendedor, independentemente de a compra ter sido parcelada. “O comprador terá opção de pagar em até 10 vezes sem juros, desde que a parcela mínima seja de R$ 30. Mas o vendedor vai pagar sempre 10%”, revela. A Amazon também se compromete a resolver problemas entre as duas partes, inclusive, reembolsar o consumidor caso o vendedor não atenda a expectativa. “Como o vendedor não quer ter uma avaliação ruim e somos co-responsáveis pela venda, vamos buscar a solução de conflitos”, conta.
 
A gigante entra no mercado com 110 mil produtos diferentes, entre celulares, capinhas, tablets, videogames, consoles, aparelhos de televisão, computadores, câmeras fotográficas digitais, acessórios e periféricos como cabos, fones, carregadores. “Na primeira semana, como somos produtores de conteúdo, vamos dar um e-book de graça, entre 40 títulos, para quem comprar pelo marketplace (site de vendas)”, conta o gerente. A promoção é válida até 25 de outubro.
 
Entre as marcas que estarão disponíveis no site da Amazon estão Sony, LG, Motorola, Acer, Multilaser, Positivo, Semp Toshiba. “Hoje em dia, mais de 50% do que a Amazon vende no mundo vem de marketplace. Isso mostra a relevância. Mais de 100 mil vendedores fecharam US$ 100 mil em negócios globalmente em 2016”, destaca Szapiro.
 
“Quando lançamos o marketplace de livros, tínhamos apenas 100 vendedores. Hoje, estamos na casa de milhares, sendo que muitos sebos conseguiram vender títulos que estavam encalhados. No mercado de eletrônicos, também teremos oferta de novos e usados”, ressalta.
 
A Amazon.com.br oferece mais de 13 milhões de livros impressos, incluindo mais de 350 mil em português entre títulos oferecidos pela Amazon e por vendedores do marketplace, além de mais de 5 milhões de e-books na loja Kindle Brasil.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.