Demanda doméstica por transporte aéreo tem melhor setembro da história

Os 7,5 bi de passageiros-quilômetros transportados no período representam o melhor resultado para o mês de setembro na série histórica da Abear

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/10/2017 16:32

Ed Alves/CB/D.A Press
A demanda doméstica por transporte aéreo cresceu 6,6% em setembro deste ano na comparação com o mesmo mês de 2016, segundo levantamento divulgado nesta sexta-feira (20/10), pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que reúne os dados de suas associadas (Avianca, Azul, Latam e Gol).

Os 7,5 bilhões de passageiros-quilômetros transportados (RPK) no período representam o melhor resultado para o mês de setembro na série histórica da Abear, iniciada em 2012, e na série da Anac, com dados desde 2000. "Esse desempenho permite ao setor continuar a trajetória de crescimento do ponto em que ela foi interrompida", diz a entidade, em nota.

No total, as companhias aéreas transportaram, juntas, 7,5 milhões de passageiros no segmento doméstico no mês passado, número 8,0% maior que o verificado no mesmo período de 2016. Com isso, o fluxo doméstico encerrou o terceiro trimestre com mais de 1 milhão de passageiros transportados se comparado ao volume de julho a setembro de 2016, configurando uma alta de 4,6%.

Os demais indicadores do setor também fecharam setembro em alta. A oferta doméstica apresentou a terceira expansão mensal consecutiva, de 2,9% em relação a setembro de 2016. Dessa forma, a taxa de ocupação mostrou novo aumento, de 2,89 pontos porcentuais, para 83,0% - melhor nível para o mês de setembro na série histórica.

Em termos de participação de mercado (market share), a Gol se manteve na liderança em voos domésticos em setembro, com 35,75%, seguida pela Latam, com 33,36%. A Azul ficou em terceiro, com 17,72% de market share, enquanto a Avianca Brasil registrou participação de 13,18%.

No acumulado dos nove primeiros meses do ano, a demanda doméstica apresentou crescimento de 2,49% ante o mesmo período de 2016, enquanto a oferta doméstica subiu 1,17% na mesma base de comparação. Com isso, a taxa de ocupação no intervalo melhorou 1,05 ponto porcentual, para 81,05%.

Internacional


No mercado internacional, a procura por voos manteve a trajetória de crescimento em setembro, com alta de 17,19% frente a igual mês de 2016. Já a oferta foi ampliada em 18,51%, levando a taxa de ocupação a recuar 0,97 ponto porcentual, para 85,87%.

No segmento, a Latam ficou com 73,41% do mercado, seguida pela Azul, com 11,36%. A Gol ficou com 10,39%, enquanto a Avianca teve participação de 4,84%. No segmento, as empresas brasileiras embarcaram juntas 713 mil passageiros no mês, alta de 10,72% na comparação anual.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.