Bate-papo explora formas de sair da zona de conforto para empreender

Encontro promovido pela EI! Comunidade de Empreendedorismo enumera atitudes para pensar fora da caixa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/10/2017 19:58

Camila de Magalhães/FAC/D.A Press

 
Ser positivo, mudar de ares, fazer novos caminhos todos os dias, conhecer pessoas diferentes, fazer as perguntas certas, não acreditar que alguém tenha a resposta perfeita para você. Essas são algumas das atitudes para pensar fora da caixa e transformar sonhos empreendedores em realidade, trazidas por Érika Lisboa e Fabrízio Garbi no bate-papo EI! Explore da última quinta-feira (19/10).
 
 
O encontro, realizado pela EI! Comunidade de Empreendedorismo e Inovação da Fundação Assis Chateaubriand, reuniu no UniCeub pessoas dispostas a sair da zona de conforto e inovar na cidade. “A gente está acostumado a só olhar a nossa rede de contatos quando precisa dela. É preciso ter uma atitude ativa, não passiva. Se você tem postura ativa, consegue chegar a qualquer pessoa”, destacou Garbi, que se considera um intraempreendedor.
 
Na avaliação da professora e empreendedora Érika Lisboa, muitas pessoas são condicionadas a arranjar desculpas ou achar que não vai conseguir alcançar um sonho. “É comum a gente querer alguma coisa e se autosabotar, falando que aquilo não será possível. É uma tendência, uma questão cultural do brasileiro, achar que a não vai alcançar aquilo que quer e terceirizar essa responsabilidade, jogar a culpa em outras coisas. Na verdade, empreender dá muito trabalho. Realizar sonhos e alcançar algo dá muito trabalho. Você tem que levantar da cadeira, planejar, correr atrás. E isso, ninguém ensinou para a gente na escola”, observou.

O empreendedor social Edmar, 32 anos, gostei da experiência de participar do bate-papo EI! Explore. “ A questão de abrir novos horizontes, conhecer situações novas e desafios,  ver as experiências de cada um e fazer conexões é muito importante. Creio que a gente não deve ter medo de lugares, nem de pessoas. A gente deve querer ir a lugares que não foi, se desafiar. Pelos meus rendimentos, eu não estaria hoje aqui, mas não sou movido por dinheiro. Sou movido pelos meus pensamentos e vou aonde eles me levam”, comentou.

Próximos encontros

A agenda de encontros EI! Explore estará de volta no início de 2018. Para saber mais sobre esse e outros eventos e baixar conteúdos de empreendedorismo, acesse www.facbrasil.org.br e www.facebook.com/ComunidadeEi.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.