Investidor pede na Justiça indenização por corrupção na Petrobras

O processo é liderado pelo escritório de advocacia Almeida Advogados, que participou também da class action movida contra a Petrobras nos Estados Unidos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/11/2017 16:41

Investidores da Petrobras que adquiriram ações no Brasil entraram na Justiça de São Paulo para pedir indenização por perdas com o esquema de corrupção revelado na Operação Lava Jato, da Polícia Federal. O processo é liderado pelo escritório de advocacia Almeida Advogados, que participou também da class action movida contra a Petrobras nos Estados Unidos. No Brasil, a ação corre na 6ª Vara do Foro Central de São Paulo e é assinada em conjunto com a Associação dos Investidores Minoritários (Aidmin).

"Tornou-se particularmente premente diante das informações de que a Petrobras está começando a fechar acordos em algumas das ações de caráter individual existentes nos Estados Unidos, por meio da qual concedeu reparação de danos a acionistas que haviam investido no exterior", afirmou o advogado André Almeida, responsável pelo processo, em comunicado.

Ele ainda destacou que a class action nos Estados Unidos, que pede indenização de cerca de US$ 7 bilhões, é considerada a maior ação de reparação em curso no mundo. "A importância de tal ação ultrapassa em muito os significativos valores envolvidos, uma vez que se trata de caso diretamente conectado a maior crise política, econômica e moral já enfrentada por este País", traz o comunicado. 

No Brasil, "o Almeida Advogados buscou soluções para os investidores nacionais", acrescenta.

Leia mais notícias em Economia

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.