Boeing mostra interesse em comprar Embraer, afirma jornal norte-americano

Transação depende do aval do governo brasileiro. Notícia levou a alta nas ações da produtora de aviões brasileira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/12/2017 18:23 / atualizado em 21/12/2017 19:50

Embraer/Divulgação
 
De acordo com o The Wall Street Journal, a Boeing e a Embraer estão em negociação para a compra da empresa brasileira. A aquisição renderia uma valorização à Embraer, cujo valor de mercado, na manhã desta quinta-feira (21/12), estava em US$ 3,7 bilhões.
 
 
Por enquanto, a negociação aguarda aval do governo brasileiro, que possui "ação de ouro" na empresa e, por isso, tem poder de veto em transações do tipo. No entanto, especialistas apontam, segundo o WSJ, que é improvável que o governo aceite o negócio. Para incentivar a transação, a Boeing estaria disposta a incluir no acordo garantias quanto à marca, a gerência e ao quadro de funcionários da Embraer.

Em nota conjunta, as empresas confirmaram que há conversas em andamento "em relação a uma potencial combinação de seus negócios, em bases que ainda estão sendo discutidas". O texto prossegue: "Não há garantia de que qualquer transação resultará dessas discussões. Boeing e Embraer não pretendem fazer comentários adicionais sobre essas discussões".

 
Alta nas ações 

 
Com a notícia das negociações, as ações da Embraer subiram 30% no mercado estadounidense. Atualmente, a empresa, com sede em São José dos Campos (SP), é a terceira maior produtora de aviões comerciais do mundo, com 18 mil funcionários.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.