oferecimento

Call center da Receita Federal não tira dúvidas sobre IR desde julho de 2015

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/03/2016 17:01 / atualizado em 22/03/2016 15:43


O contribuinte que precisa de esclarecimentos para preencher a Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física 2016 não pode mais contar com a ajuda do ReceitaFone 146, da Receita Federal. O serviço está inoperante desde julho do ano passado.


Por falta de renovação de contrato, o call center, que sempre funcionou, especialmente em épocas de entrega da declaração de IR, não tem atendimento.


Oficialmente, a assessoria de imprensa da Receita não informou os motivos que levaram ao fechamento do call center. Mas sabe-se, nos corredores do Ministério da Fazenda, que foi mais um serviço atingido pelo ajuste fiscal, ou seja, falta de recursos para renovação contratual.


No momento, o ReceitaFone 146 oferta apenas duas funções por meio da plataforma de atendimento automático: consulta a restituição do Imposto de Renda ou situação do Cadastro de Pessoa Física (CPF).
Quem liga para o ReceitaFone fica sabendo que pode obter esclarecimentos sobre IR na página da Receita Federal. Lá, pode encontrar um Perguntão, com mais de 700 questionamentos de contribuintes, e as respectivas respostas baseadas na legislação vigente do IR.

 

Pergunte ao site


"Historicamente, o modelo de call center adotado pela RFB tem como base única de informação o site da RFB na internet.", diz nota da Receita. "Nesse sentido, como alternativa ao serviço prestado pelo call center, o contribuinte poderá buscar sua orientação ou serviço diretamente no sítio da Receita Federal na internet".


A direção do Fisco informa ainda que criou um grupo de trabalho para que seus técnicos busquem uma alternativa, "um novo modelo de prestação de serviços de call center, com a finalidade de estudar os tipos de serviços e tecnologia existentes que viabilizem a implementação de uma central de atendimento que melhor atenda aos interesses da instituição e da sociedade".

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.