oferecimento

Escritórios especializados em contencioso tributário ajudam na declaração

Foi multado, caiu na malha fina, a Receita Federal pede documentação do tipo que você nunca ouviu falar? O socorro vem de escritórios especializados em contencioso tributário

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/03/2017 08:00

Bruno Peres/CB/D.A Press
 

Além dos especialistas em contabilidade sempre abertos a receber o cliente com problemas para fazer a declaração de IR, existe um segundo tipo de profissional a quem o contribuinte pode recorrer quando estiver em apuros com o Fisco. Foi multado, caiu na malha fina, a Receita Federal pede documentação do tipo que você nunca ouviu falar? O socorro vem de escritórios como o da diretora do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), Sandra Batista, especializado em contencioso tributário.



“Claro que fazemos declarações de IR, porque temos muitos clientes. Mas procuramos nos focar em casos que têm maior complexidade, na defesa do contraditório para o contribuinte”, explica ela, que trabalha com um sócio e 10 colaboradores.

Após graduar-se em Ciências Contábeis há 16 anos, ela estudou mais um pouco e passou a trabalhar com perícia tributária. Agora, namora um mestrado com foco em tributarismo e provas periciais.

 

Processos judiciais

 

A diretora do CFC é muito requisitada em processos judiciais, quando uma das partes necessita de defesa técnica e o juiz requisita um parecer emitido por um perito tributário. Em contenciosos, por exemplo, do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). “Ou quando um contribuinte cai na malha fina e precisa provar o que a Receita Federal exigiu”, explica a contadora.

Hoje em dia, Sandra também gasta seu tempo dando palestras sobre perícia e transparência no mundo das contas. Mas diz que ainda preenche vários formulários do IR. “Se o caso do contribuinte envolve sigilo, a gente precisa dispor de tempo para sentar e atender, porque há o aspecto técnico e o pessoal”, explica ela. Mesmo porque, o cliente que procura para ajuda no contencioso, também precisa fazer sua prestação de contas regular ao Leão.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.