Eu e meu marido vendemos um apartamento que estava declarado no IR dos anos anteriores. Iniciamos a venda em dezembro de 2016, recebemos R$ 14 mil de entrada e pagamos R$ 9 mil de corretagem. Porém, ainda não concluímos a venda. Tivemos algumas pendências com documentação na Caixa e, provavelmente, no próximo mês, teremos o registro no cartório e de fato receberemos o restante do valor. O contrato promitente compra e venda foi assinado em março 2017. A dúvida é: como faço para declarar essa entrada? Minha intenção é dividir o valor na minha declaração e na do meu marido. A venda será concluída em 2017, mas, mesmo assim, precisamos declarar essa entrada recebida em 2016, correto? Em qual parte eu declaro?

>>Natália Cerqueira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/04/2017 14:38

Declare na ficha Dívidas e Ônus Reais, discriminando o fato e o CPF do comprador. Na DAA seguinte, em 2018, você calculará o ganho de capital pela venda e dará baixa da dívida. Não esquecer de informar, na ficha Pagamentos Efetuados, nessa DAA/2017, o valor pago em dezembro de 2016 da corretagem, que servirá de custo no cálculo do ganho. O valor da entrada pode ser dividido com o marido, se achar necessário.

(resposta dada por um especialista do Conselho Federal de Contabilidade - CFC)


Comentários