oferecimento

Separei-me e foi determinado que o pai de minha filha pagaria pensão alimentícia para ela no valor de R$ 937, assistência médica e demais despesas médicas necessárias. Mas ele deposita todo mês entre R$ 1,5 mil e R$ 3 mil e paga a assistência médica também. Qual o valor que ele deve declarar no IR? Os R$ 937 que foi o valor acordado pela Vara de Família ou o valor efetivamente pago? Desse valor que ele deposita, eu pago a escola dela e outras despesas também. Ele me informou que fez a declaração IR informando todo o valor depositado e ainda as despesas da escola. Ele pode lançar a despesa com escola se foi eu quem paguei com o valor que ele depositou? Se ele é alimentante, pode declarar despesas a mais ou essa conta da escola eu que deveria declarar já que paguei com o rendimento da pensão? Ele está utilizando o mesmo valor em duplicidade como pensão e como pagamento de escola? Eu não tenho receita além da pensão que é depositada na minha conta, devo declarar mesmo que o valor não atinja o teto? E as despesas escolares deduzo também?

>>Eli Sá

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/04/2017 12:34

O pai da sua filha deve informar o valor estipulado pela Justiça na ficha Rendimentos Tributáveis Recebidos de PF mês a mês. O excedente pode ser declarado como outros gastos com a filha, valor este não dedutível para ele. Esse valor a mais pode ser declarado como doação, neste caso, alertamos que poderá incidir ITCD. Se a opção dele for declarar como outros gastos, você não precisa declarar nada do excedente, todavia, se a opção for por doação, você deve declarar na ficha Rendimentos Isentos e Não Tributáveis, na linha 14, Doações e Herança.


Seu ex-marido não poderá deduzir o valor pago com educação, porque não está previsto na sentença do juiz (ele já deduz o valor da pensão), assim, somente você pode registrar o gasto com educação na ficha de Pagamentos Efetuados. Você somente estará obrigada a declarar se tiver recebido rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,74. Lembramos que o valor recebido mensalmente de pensão alimentícia acima de R$ 1.903,98 está sujeito ao Imposto de Renda mensal (carnê-leão), com base na tabela progressiva.

(resposta dada por um especialista do Conselho Federal de Contabilidade - CFC)

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.