SIGA O
Correio Braziliense

GDF anuncia programação econômica para o aniversário de Brasília

O secretário da pasta, Guilherme Reis, destaca que o governo gastará R$ 767,5 mil e será focado, principalmente, em valorizar artistas da cidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/04/2016 15:37 / atualizado em 12/04/2016 21:52

Divulgação
 
 
O Governo do Distrito Federal investiu ao menos R$ 767,5 mil no aniversário de 56 anos de Brasília. A Secretaria de Cultura investiu R$ 217,5 mil em contratações diretas e R$ 550 mil em estrutura de palco. A programação festiva acontecerá na quinta-feira (21/4) e na sexta (22/4), na praça da Torre de TV. O secretário da pasta, Guilherme Reis, destaca que o evento será econômico e focado, principalmente, em “valorizar a cidade”.

Leia mais notícias em Cidades.

A comemoração contará com músicos como o quarteto de blues Taryn, do Rio de Janeiro, que abre a programação no dia 21, às 17h. Em seguida, às 18, será a vez da banda brasiliense Scalene. Na sequência, apresentam-se os cariocas da Banda 13.7, da qual faz parte o músico Chico Chico, filho de Cássia Eller. Às 20h20, sobem ao palco os roqueiros da Plebe Rude, e os pernambucanos da Nação Zumbi fecham o primeiro dia.

Na sexta, a programação começará às 18h com o guitarrista Pedro Martins. Pedro nasceu no Gama e já foi premiado no tradicional Montreux Jazz Festival, na Suíça, em 2015. Na sequência, às 19h20, sobem no palco os sertanejos Zé Mulato e Cassiano, seguidos pelos multi-instrumentistas Renato Mattos e Dillo D’Araújo, às 20h20 e às 21h20, respectivamente. O encerramento, às 22h20, fica com a banda Móveis Coloniais de Acaju.

A programação inclui também artes visuais, com programações que já estão abertas ao público. Até 5 de junho, o Museu Nacional da República exibe A Arte Monumental de Marianne Peretti, artista francesa radicada em Olinda (PE) que concebeu os vitrais da Catedral de Brasília. Ainda no museu, está aberta para visitação até 1º de maio, Rodrigo Rosa – Forma e Arte da Cidade, com desenhos inéditos do professor de artes plásticas da Universidade de Brasília Rodrigo Rosa (1966-2014).

Com informações da Agência Brasília.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade