SIGA O
Correio Braziliense

Conic recebe evento "Inspira Brasília" a partir desta quarta-feira (13)

Público vai poder conferir uma série de atividades gratuitas, como oficinas, debates e apresentações culturais; evento pretende construir uma cidade mais justa a partir do diálogo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/04/2016 09:00 / atualizado em 13/04/2016 17:04

Webert da Cruz/Divulgação
 

 

Dialogar para construir uma cidade mais justa e democrática. Essa é a proposta do evento “Inspira Brasília – Semana pelo Direito à Cidade”, que vai oferecer gratuitamente para o público brasiliense oficinas, rodas de conversa e apresentações culturais. A série de atividades começa nesta quarta-feira (13/4) e segue até sábado (16/4), no Centro Cultural Dulcina de Moraes, no Conic.

“O que a sociedade pode fazer para ter uma cidade mais justa, mais inclusiva, mais sustentável? Nossa ideia é contribuir para o momento com propostas e não só sentar e observar a política como se ela fosse distante. A gente quer fazer política dialogando”, explica Carmela Zigoni, assessora política do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc), uma das entidades responsáveis pela organização do evento.

Entre as atividades, o público vai poder conferir, por exemplo, uma oficina de skate, um debate sobre mobilidade urbana e uma mostra cinematográfica – batizada de Cine Quebrada – com filmes produzidos nas cidades satélites do Distrito Federal. “A gente se sente no dever de ocupar o centro. Brasília não é um privilégio do Plano Piloto. Moradores da periferia também têm o direito de ocupar esse local”, afirma Markão Aborígine, integrante do Grito das Periferias, outro movimento que participa da organização do “Inspira Brasília”.

 

 

 

A programação da semana conta ainda com a segunda edição da roda de conversa “Diálogos Inspiradores pelo Direito à Cidade”, que terá a participação de representantes dos movimentos Família de Rua, de Minas Gerais e Ocupe Estelita, de Pernambuco. No ano passado, o debate reuniu cerca de cem pessoas na Universidade de Brasília (UnB). “Foi muito legal, porque vários movimentos dialogaram e tiraram várias agendas, como a criação de uma rede de bicicletas compartilhadas na Estrutural. Este ano a gente espera reunir ainda mais pessoas e realizar mais ações”, projeta Carmela.

De acordo com os organizadores, o local escolhido para receber o Inspira Brasília – o Centro Cultural Dulcina de Moraes, no Conic – é emblemático. “O Conic sempre foi um espaço diverso, periférico. O hip hop brasiliense se desenvolveu ali, sempre teve uma efervescência muito grande”, avalia Markão. “Além de ser um local de fácil acesso, ele possui várias identidades, desde a questão do teatro [Dulcina de Moraes], até ser um ponto de encontro do break e ter uma igreja. Ele vai dar para o evento a cara que a gente quer, que é a da diversidade”, completa Carmela.

Para participar das atividades da semana, não é necessário realizar inscrição prévia. Quase todos os eventos têm entrada franca, com exceção das peças de teatro, cujos bilhetes custam R$ 10 (inteira). A classificação indicativa das atividades culturais é livre. “Nossos vizinhos do Plano Piloto podem esperar a diversidade da cultura brasileira, a riqueza da cultura do povo. Nós teremos de maracatu a break dance, de poesia a grupos de rap, de mímicos a grafiteiros. Será um misto de atividades culturais”, finaliza Markão.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade