Crônica: a arte de se relacionar

"O maior desafio da vida é, sem dúvida nenhuma, encontrar alguém para amar"

postado em 09/06/2015 10:20 / atualizado em 09/06/2015 10:15

A humanidade toda converge para um ponto em comum: o relacionamento. Seja qual for a cultura, a raça ou a crença, todos, sem exceção, se relacionam para viver. Tem também aqueles que vivem para se relacionar! O maior desafio da vida é, sem dúvida nenhuma, encontrar alguém para amar, acasalar e tentar fazer durar. Somos todos estudantes nessa universidade do afeto.

Toda relação amorosa traz aprendizado. Seja ela construtiva, respeitosa e madura, seja complicada, difícil e viciada em padrões destrutivos, sempre temos a oportunidade de perceber no outro um pouco de nós mesmos e crescer com esse autoconhecimento. Basta prestar atenção nos sinais que a relação nos oferece.

A pessoa que se sente atraída por você diz muito de quem você é, ou melhor, do momento em que você se encontra. Os pares, geralmente, se alimentam mutuamente. Mesmo em casos de abuso, agressões e desrespeito em geral, a vítima precisa entender o que faz com que ela permita que tal situação aconteça e assuma a responsabilidade para conseguir mudar.

Por isso repito que estamos sempre aprendendo com nossas relações; mesmo as mais sofridas nos oferecem a chance de integrar algo em nossa personalidade que estava fragmentado. Nos unimos ao outro na busca da unidade do masculino/feminino e essa parece ser realmente a melhor forma encontrá-la dentro de nós.

Por isso, se você está hoje em um relacionamento, não desperdice essa chance de aprendizado, se jogue na relação, tenha coragem de revelar seus segredos e prepare-se para acolher os segredos de seu parceiro. Quanto mais profunda a intimidade de um casal, maiores as chances desse amor se tornar forte e duradouro. A parceria, a fidelidade, a paciência, a tolerância e a persistência são grandes aliadas no caminho a dois e saiba que, para além dos primeiros momentos de paixão e encantamento, existe um lugar onde vale ainda mais a pena se esforçar para chegar. Um paraíso interno onde você e o seu amor poderão aproveitar a delícia de se sentir seguro, acolhido, admirado, respeitado, desejado e, principalmente, amado.

* * *