Atualização e aperfeiçoamento garantem sucesso na venda direta

Planejamento também é essencial para o êxito

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/11/2016 11:58 / atualizado em 28/11/2016 12:12

A possibilidade de ganhar dinheiro, conquistar independência financeira e ter flexibilidade de horário costumam seduzir e embalar os sonhos de muita gente que pensa em se transformar no próprio patrão. Essas também são algumas das vantagens apontadas pelas empresas que atuam no segmento de vendas diretas, no momento de conquistar seu time de vendedores.  

Mas entre a realidade de colocar produtos no mercado e obter sucesso na venda há um longo caminho. “O vendedor batendo à porta do cliente para demonstrar o produto é o último estágio do negócio”, avalia o consultor especializado em estratégias de marketing e professor da Fundação Getulio Vargas, Maurício Octávio Nascimento de Oliveira.



Para se lançar nesse mercado e obter sucesso é preciso conhecer com profundidade tanto o produto quanto o público-alvo, aconselha o consultor aos empresários interessados em apostar neste atrativo segmento.

Associado a ter um bom produto, é preciso muito planejamento, o que envolve a análise da concorrência, estratégias comerciais e investimento em treinamento para que a venda seja casada, de acordo com o que se quer comercializar e o público que se pretende atingir, explica Maurício. 

“De nada adianta desenhar um produto para as classes C e D, mas contratar vendedores engravatados, porque simplesmente não vai haver identificação entre público e vendedor”, ilustra o consultor.

Com a popularização da internet,  Oliveira diz que as empresas estão partindo para um modelo híbrido de comercializar seus produtos, que reúne varejo, internet e porta a porta. 

No momento em que a empresa decide ampliar os canais de vendas, deve incluir no planejamento tanto o estudo de sua capacidade de produção quanto de logística. “Ao desenhar a ampliação da capacidade de venda, o empresário também precisa planejar toda a logística para entregar os produtos”, reforça o consultor.

Mas é importante também que o vendedor tenha conhecimento das necessidades do cliente, que não precisa apenas de um produto, mas da solução de seus problemas. O mercado, é bom lembrar, está cheio de produtos de toda qualidade e preço.     

Assim, é fundamental que o vendedor agregue valor a seu produto ou serviço, demonstrando as vantagens e benefícios, justificando o valor cobrado. Não se deve evitar em falar do preço do produto, ressaltando que o valor é justo diante dos benefícios proporcionados. Mas é importante estar preparado para enfrentar qualquer objeção do cliente; é importante persistir para que a venda não seja perdida na primeira dificuldade.



Os primeiros passos para empreender

O ingresso no sistema de Venda Direta costuma ser, na maioria das vezes, por indicação de conhecidos que já atuam no segmento. Ao escolher a empresa que irá representar, o interessado, que precisa ter no mínimo 18 anos, opta pelo sistema mononível ou multinível. O primeiro é o método mais conhecido e que deu início ao sistema de vendas diretas. O revendedor trabalha sozinho e o lucro é de um percentual sobre o seu total de vendas. No sistema multinível, ou marketing de rede, além de receber um percentual sobre a própria venda, o revendedor constrói a própria rede e também ganha um percentual sobre as vendas de toda a equipe. Confira algumas das empresas que atuam no segmento, associadas à Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD).


Amway 
(http://www.amway.com.br) Produtos de nutrição, beleza e cuidados com a casa. Sistema muntinível, Investimento incial de 
R$ 63. Para ingressar, é preciso preencher o cadastro no site, adquirir o Kit Empreender e  o material de apoio sobre como começar a empreender, que é gratuito.

Avon 
(www.www.avon.com.br/) Comercializa cosméticos, produtos para o lar, entretenimento como livros e afins. Atua no sistema mononível. Para se cadastrar, é preciso se inscrever pelo site da empresa e adquirir um kit com custo aproximado 
R$ 100. 

Herbalife
(http://www.herbalife.com.br) Produtos de nutrição, gerenciamento de peso, nutrição esportiva e cuidados. Sistema multinível com investimento inicial de
R$ 120. O ingresso é por meio de um dos consultores independentes da empresa ou preenchendo cadastro no site da Herbalife.

Royal Prestige 
(http://royalprestige.com.br) Atua com utensílios domésticos em aço cirúrgico. A empresa possui um sistema misto, tanto com mononível quanto multinível. Para ingressar, não há necessidade de investimento em dinheiro. 
O interessado recebe treinamento prático, após ter ingressado no sistema de vendas da empresa por meio dos distribuidores.

New Time Brazil 
(www.newtimebrazil.com)  
É uma empresa, que comercializa perfumes, cosméticos, suplementos alimentares e purificadores de água, atua no sistema multinível. O  interessado ingressa por meio de indicação de outro empreendedor. Para iniciar o negócio deve adquirir um kit de produtos da empresa que sai por R$ 890.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.