publicidade

Único brasiliense na mostra competitiva, 'Malícia' encerra a noite de domingo

Dois curtas também foram exibidos. Em vídeo, atores do longa falam sobre a fita

postado em 25/09/2016 22:45 / atualizado em 25/09/2016 23:22

Alexandre de Paula - Especial para o Correio /

Luisa Bretas/CB/D.A Press


Nem a breve chuva antes da sessão impediu o público de lotar o Cine Brasília para as últimas exibições da quinta noite da mostra competitiva. Os curtas Bodas de papel, Demônia - Melodrama em 3 atos e o longa Malícia encerraram o domingo, no Festival.

Bodas de papel foi apresentado pela diretora Keicy Martins. “Muito importante para nós estar neste Festival, principalmente por ser minha primeira experiência na direção”, salientou Keicy Martins. Ela lembrou também do diretor Breno Nina, ausente por conta de problemas com o voo. Por meio de um áudio reproduzido pela equipe, o diretor, que morou em Brasília, disse que o filme era um pedaço da cidade.

Entre as apresentações, o diretor Cláudio Assis subiu ao palco, pediu que não houvesse censura e elogiou o festival com um palavrão. “Abaixo a censura, Brasília é do c…”, disse.

Depois foi a vez de Demônia - Melodrama em 3 atos, de Cainan Baladez e Fernanda Chicolet, ser apresentado. Baladez pediu que fossem mantidas políticas de incentivo ao audiovisual. “Retrocesso não, de modo algum!”
 
Divulgação/Festival de Brasília
 
Único filme brasiliense na mostra competitiva, Malícia, do diretor Jimi Figueiredo, foi o último longa da noite. Com Viviane Pasmanter e João Baldasserini, o longa foi apresentado pelo diretor. “Esse festival representa muito para mim, isso aqui é um foco da resistência cultural. Fico muito feliz de essa resistência continuar hoje”, disse Jimi Figueiredo. 

A atriz Viviane Pasmanter falou sobre o processo de produção do longa e da alegria de estar em Brasília. “Aprendi muito com esse filme e foi muito inspirador trabalhar com essa equipe”, disse a atriz.
 
Em vídeo, atores do longa falam sobre o filme. Assista:
 
 
 
 

49º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro
Até 28 de setembro, no Cine Brasília (106/107 Sul). Entrada franca, exceto nas sessões das mostras competitivas, com ingressos a R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia). Verifique a classificação indicativa de cada filme.

Últimas Notícias

Últimas Notícias Veja Mais

* * *