'Por trás da linha de escudos' mostra cotidiano de militares em Pernambuco

O filme de Marcelo Pedroso é exibido na quinta (21)

postado em 15/09/2017 06:00 / atualizado em 14/09/2017 20:01

Correio Braziliense

Still/Reprodução


À frente da produção Brasil S/A, exibido há três anos, o diretor pernambucano Marcelo Pedroso faturou, com aquele trabalho, os troféus Candango de melhor direção e roteiro (e a fita ainda venceu pelo som).

Assumidamente engajado na esquerda política do cenário nacional, Pedroso optou pelo risco de se aproximar, no convulsivo painel brasileiro, do Batalhão de Choque da Polícia Militar de Pernambuco.

A decisão de investir no campo do documentário que enfoque a corporação trouxe efeitos surpreendentes para o realizador. Ele tomou parte, com a equipe do longa, de operações rotineiras e de treinamentos no batalhão.

Vale lembrar que a lida foi com uma unidade policial habilitada a conter multidões, treinada para a repressão dos distúrbios civis, uma nomenclatura que abraça os chamados protestos e as manifestações.

Por trás da linha de escudos

De Marcelo Pedroso.
(2017, 124min, PE, documentário, não recomendado para menores de 10 anos)


DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO
21 de setembro

Mostra 50 anos em 5 dias — Registros de uma história (entrada franca)
14h
No Cine Brasília, O cinema foi à feira, Paulo Hermida (2016, 75min, BA, 12 anos).

Sessão Hors-concours (entrada franca)
16h
No Cine Brasília, A moça do calendário, de Helena Ignez (2017, 86min, SP, 14 anos).

Mostra 50 anos em 5 dias (entrada franca)
18h
No Museu Nacional da República, O bandido da luz vermelha, de Rogério Sganzerla (1968, 92min, SP, 14 anos)

Mostra Brasília 
(entrada franca)
18h
No Cine Brasília, com os filmes Damrõze Akwe — Amor e resistência, de Guilherme Cavalli (22min, 14 anos), A margem do universo, de Tiago Esmeraldo (18min) e O fantástico patinho feio, de Denilson Félix (74min).

Mostra competitiva
21h
No Cine Brasília (EQS 106/ 107), com os curtas Torre, de Nádia Mangolini (2017, 18min, SP, 12 anos) e Baunilha, de Leo Tabosa (2017, 13min, PE, 16 anos) e o longa Por trás da linha de escudos, de Marcelo Pedroso (2017, 124min, PE, 10 anos).

Últimas Notícias

Últimas Notícias Veja Mais

* * *