Haitianos protestam com barricadas de corpos e pneus em chamas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/01/2010 15:59

France Presse

Carrefour (Haiti) %u2013 Barricadas de pneus incendiados, escombros e pelo menos quatro corpos bloqueavam a estrada principal que liga a capital do Haiti à cidade de Carrefour, neste sábado, enquanto as pessoas protestavam exigindo a remoção dos corpos que apodrecem ao sol. "Já foram retirados alguns corpos, mas há muitos, muitos mais", indicou o sacerdote vodu Charles Weber, de 52 anos, em meio à multidão de cerca de 40 manifestantes que se concentravam nas imediações da barreira improvisada em chamas. Enquanto Weber falava, uma viatura policial da combalida Força Nacional haitiana foi obrigada a dar meia volta rapidamente para evitar a ira dos moradores. Funcionários das Nações Unidas advertem que não podem estender suas operações às áreas próximas até que haja garantias de segurança. As Nações Unidas e outras agências internacionais de ajuda concentram suas atividades de assistência no centro de Porto Príncipe. Uma equipe da ONU indicou neste sábado que Carrefour, uma pobre cidade a oeste de Porto Príncipe, com 334.000 habitantes tinha sido destruída em 40-50% pelo terremoto de magnitude 7,0 de terça-feira passada. Quase 90% das construções da cidade vizinha de Leogane, também na mesma direção, estavam danificadas pelo terremoto.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.