Corpo de vice-representante da ONU no Haiti é velado no Rio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/01/2010 15:57

O corpo do brasileiro Luiz Carlos da Costa, vice-representante das Nações Unidas para o Haiti, morto no terremoto que atingiu o país caribenho na semana passada, foi velado nesta quinta-feira (21/01) no Palácio do Itamaraty, no Centro do Rio de Janeiro. Participaram da cerimônia, no Salão Nobre do Palácio, parentes, amigos, diplomatas e militares.

Emocionada, a filha Ana Maria da Costa disse que o pai deu um “grande exemplo de paz” para todos. Já o ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, em seu discurso, destacou a carreira do diplomata dentro das Nações Unidas.

“Luiz Carlos era um funcionário da ONU, onde entrou humildemente como mensageiro e venceu todos os degraus da carreira, a ponto de ser hoje o funcionário brasileiro de carreira da ONU em posto mais alto”, disse Amorim, que afirmou ter sido amigo pessoal do brasileiro.

A subsecretária-geral do Departamento de Apoio Logístico da Organização das Nações Unidas (ONU), Susana Malcorra, representou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, na cerimônia. Ela lamentou as mortes do funcionário brasileiro e do representante principal das Nações Unidas no Haiti, o tunisiano Hédi Annabi.

“Lamentavelmente perdemos o número 1 e o número 2 da missão, junto com muitos outros amigos e colegas. Luiz Carlos se encarregava internamente da missão, era quem levava o trabalho adiante, quem unia todas as partes da missão, para que ela funcionasse”, disse Susana.

Antes de deixar o velório, o ministro Celso Amorim falou que o trabalho brasileiro vai ser reforçado no país caribenho, para não deixar que o “sacrifício” de pessoas como Luiz Carlos da Costa “ocorra em vão”. O sepultamento de Luiz Carlos Costa será em Nova York.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.