Clinton chega à sede do Governo haitiano em meio a protesto de 200 pessoas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/02/2010 16:23

France Presse

PORTO PRÍNCIPE - O ex-presidente norte-americano Bill Clinton chegou nesta sexta-feira (5/2) à sede temporária do governo haitiano, onde cerca de 200 pessoas realizavam uma manifestação exigindo barracas, constatou um jornalista da AFP.

O ex-presidente, designado pelo secretário-geral da ONU Ban Ki-moon como coordenador da ajuda internacional, entrou na delegacia de polícia adaptada para ser a sede do governo, enquanto cerca de 200 moradores do bairro Pont-Rouge (norte de Porto Príncipe), se queixavam de suas condições.

"Nossas crianças estão sendo queimadas pelo sol. Temos o direito a ter barracas. Temos o direito a um alojamento", declarou Mentor Natacha, de 30 anos, mãe de dois filhos. Os manifestantes queriam que o ex-presidente ouvisse suas reivindicações.

Os dez missionários norte-americanos acusados de terem tentado sequestrar 33 crianças haitianas, que estão detidos no mesmo local, já tinham saído com destino à Promotoria quando Clinton chegou a Porto Príncipe, confirmou outra jornalista da AFP.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.