SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

A praça de Brasília

O democrático Museu da República recebe, hoje e amanhã, programação que mescla projeções de imagens, performances e música, com destaque para Criolo e Marcelo Jeneci

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/09/2012 08:00 / atualizado em 27/09/2012 10:26

Agência Senado

 

 

 

 

 

 

Desde que foi inaugurado, em 2006, o Complexo Cultural da República deu outra cara aos eventos gratuitos e a céu aberto em Brasília. Na verdade, deu mais cara de cidade à nossa cidade. O espaço democrático, projetado por Oscar Niemeyer, é palco de incontáveis eventos de estilos diversos ao longo do ano. Hoje e amanhã, será a vez do Celebrar Brasília 2012 tomar a praça do Museu Nacional com uma série de shows, discotecagem, projeções de imagens e apresentações de dança, que invadem a noite e prometem chamar a atenção do público para questões ambientais. Criolo, Marcelo Jeneci e InNatura são as principais atrações de hoje.

Toda vez que o paulistano Criolo vier se apresentar em Brasília, o burburinho será certo. Pudera: o cantor levou mais de 12 mil pessoas ao Centro Cultural Banco do Brasil no último mês de maio. O número, um recorde para uma apresentação no local, foi um marco também para o músico. “Rolou uma energia incrível. Quem faz o momento são as pessoas. É pretensão do artista achar que é ele quem faz o show. A gente está ali pra somar”, considera. “A população de Brasília é de pessoas de bem, que querem mudanças. É uma juventude muito forte e eu respeito de verdade”, elogia.

Criolo não chegou a conhecer o museu, onde se apresenta hoje, às 21h, em suas passagens pela cidade. Aliás, não visitou nada do roteiro turístico de Brasília. “É sempre chegar, cantar e ir embora”, conta. Desde maio, ele tocou por diversas capitais mundo afora e foi eleito, na última semana, o melhor artista masculino do ano, no Video Music Brasil, da MTV. Para ele, o prêmio é coletivo. “Recebo e aceito esse olhar das pessoas, mas tenho consciência de que tudo na vida são ciclos. O que queremos é que as futuras gerações se apropriem do que  estamos conquistando”, afirma.

Agora, ele prepara “devagarinho” o lançamento de um DVD com o parceiro Emicida, ainda sem previsão de tomar forma, mas já gravado. Criolo sobe ao palco munido das faixas de seu álbum Nó na orelha (2011), em que funde com originalidade o rap, do qual é egresso, a outros gêneros da canção. Sua “turma” é formada por Daniel Ganjaman (teclados e piano), Marcelo Cabral (contrabaixo), Guilherme Held (guitarra), Maurício Badé (percussão), Thiago França (saxofone e flauta) e Sérgio Machado (bateria). Os vocais são divididos com DJ Dan Dan. “Sem esses caras eu não sou nada”, destaca.

Marcelo Jeneci esteve em Brasília há algumas semanas, no mesmo local. Mas o show não era dele, e sim de Arnaldo Antunes, de quem ele integra a banda. Hoje, às 19h30, o músico mostra seu trabalho autoral. Às composições de seu disco de estreia, Feito pra acabar (2010), somam-se algumas que fizeram sucesso nas vozes de outros artistas e foram incorporadas ao longo da turnê.

Jeneci e sua trupe já haviam apresentado o disco aos brasilienses, no mês de julho, em dois shows pagos. A possibilidade de mais gente assisti-lo agora é um estímulo. “Isso me deixa instigado, querendo chegar pronto pra fazer meu melhor. Quanto mais pessoas, mais vontade. O show depende muito do público”, defende, na mesma linha de Criolo. O próximo álbum deve ser gravado no começo do ano que vem e as canções já estão sendo feitas. “Tem muita gente esperando, mas a expectativa maior é minha.”

Made in Brasília
O InNatura, formado pelos ex-Natiruts Bruno Dourado, Izabella Rocha e Kiko Peres, representa Brasília na noite de hoje. A trupe está finalizando a turnê de seu segundo disco, Bossa ragga (2011), e abre o evento, às 18h30. Na estrada desde 2006, o grupo faz um trabalho independente, mas bem estruturado, e ressalta que pertence a uma turma que gere o próprio negócio, tal qual o rapper Criolo. Tocar na cidade, claro, é sempre um momento especial. “Muito legal ver a participação da família e dos amigos na plateia”, destaca Dourado, “e, por ser de graça, é melhor ainda: todo mundo pode ir”.

Agora, os regueiros (“a gente passeia por outras vertentes também, como o hip-hop, o ska e o rock”, detalha Dourado) se preparam para lançar o terceiro disco, InNatura 3. Hoje, eles devem dar uma palinha do que vem por aí. O álbum reitera a mistura sonora proposta pelo grupo e traz participações de MV Bill, Fábio Allman (Monobloco), Dora Vergueiro, o rapper gabonês Pacômetelézôtres e a “metaleira” do Móveis Coloniais de Acaju. “O InNatura é bem livre”, defende o vocalista.


Discotecagem e performance
Os VJs Roonie G e Léo são alguns dos responsáveis pelas projeções em 3D na cúpula do Museu Nacional, mesclando imagem e som e deixando a noite mais iluminada. O Celebrar Brasília investe também na música eletrônica, com as batidas do produtor Gui Boratto e dos DJs Patife, Bryan de Jongh, Poeck e A, entre outros. Ainda nesta seara, o duo The Twelves, formada por João Miguel e Luciano Oliveira, de São Paulo, apresenta seus remixes de canções famosas. Para completar a programação, haverá performances dos grupos de dança Noah e Nós do Bambu, nos dois dias.


CELEBRAR BRASÍLIA 2012
Hoje e amanhã, a partir das 18h, na área externa do Museu Nacional (Eixo Monumental). Entrada franca. Itens de informática, aparelhos eletroeletrônicos e pequenos eletrodomésticos poderão ser trocados por ingressos para área exclusiva próxima ao palco. A troca deve ser feita em estande no Brasília Shopping, das 12h às 20h, até amanhã. Não recomendado para menores de 18 anos.


Programação

Hoje

18h30 - InNatura (DF)
19h30 - Marcelo Jeneci (SP)
20h45 - Nós No Bambu (DF)
21h00 - Criolo (SP)
22h15 - Noah Dança Aérea (DF)
22h30 - Dj A e Projeto Funkeando (DF)
23h30 - Dj Patife (SP)
00h30 - Mistura Fina com Chicco Aquino e Drezim (DF)
01h30 - Sistema LAB com DJ Poeck e DJ LuiJ (DF)
02h30 - Bryan de Jongh (DF)


Programação multimídia paralela:

VJ Reyzek (DF)
VJ Léo (RS)


Amanhã

18h00 - Projeto Temprano (DF)
21h00 - Coletivo Multimídia Sonic Future (RS)
22h15 - Nós no Bambu (DF)
22h30 - VJ Roonie G (EUA)
23h45 - Noah Dança Aérea (DF)
00h00 - The Twelves (RJ)
01h30 - João Lee (SP)
02h30 - Gui Boratto - 3D (SP)
04h00 - 5uinto 3D com Komka, Hopper e VJ Xorume (DF)

Tags:

publicidade