SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Prêmio incentiva patrimônio cultural brasileiro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/10/2012 17:31 / atualizado em 24/10/2012 16:34

Pesquisadores de vários estados brasileiros estão em Brasília (DF) para receber hoje (24) o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, em sua 25ª edição. Os vencedores ganham um certificado, R$ 20 mil e um troféu. A entrega do dinheiro e do troféu será às 19h na Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Cláudio Santoro de Brasília. O objetivo do prêmio é reconhecer ações de proteção, preservação e divulgação do patrimônio cultural brasileiro. 

Durante a entrega do certificado hoje pela manhã, a presidenta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Jurema Machado, e o diretor de Articulação e Fomento do Iphan, Estevan Pardi Corrêia, falaram sobre a importância do prêmio. “Os R$ 20 mil são para estimular a continuidade dos projetos”, disse a presidenta. “É o único prêmio na área no Brasil e este é um momento de congregação”, acrescentou o diretor. Pesquisadores do Amapá, do Ceará, de Mato Grosso do Sul, de Minas Gerais, do Pará, da Paraíba e de São Paulo serão premiados este ano. 

Do Amapá, a arqueóloga gaúcha Mariana Petry Cabral ganhou na categoria proteção do patrimônio natural e arqueológico com a implantação de um centro de pesquisa no estado que  aproximou a sociedade ao patrimônio arqueológico e elogiou a iniciativa do governo. “O prêmio é um incentivo aos trabalhos inovadores de difusão de ciência, que transformam e democratizam o conhecimento do patrimônio do qual a cidade pode se apropriar”, disse Mariana.

O Instituto de Arte e Cultura do Ceará (IACC), a Escola de Artes e Ofícios do Ceará e Thomaz Pompeu Sobrinho ganharam na categoria educação patrimonial. No projeto, quase 2 mil jovens participaram de oficinas de autovalorização do patrimônio de suas comunidades. Depois eles fotografaram e registraram a cultura local. “O prêmio foi motivador pra gente”, disse a representante do projeto, Lina Luz, que espera que a ação se torne uma política pública nacional.

Projetos de outros cinco estados foram premiados em cinco categorias: Mato Grosso do Sul na categoria promoção e comunicação; Pará, na categoria de pesquisa e inventário de acervos; Paraíba, na categoria de preservação de bens móveis; São Paulo, na categoria de preservação de bens imóveis e Minas Gerais, na categoria de salvaguarda de bens de natureza imaterial. Representantes de cada projeto vão estar presentes hoje na premiação.   Depois da entrega dos prêmios, o sambista carioca Paulinho da Viola toca no teatro. A entrada para o evento é gratuita mediante limitado à lotação da sala. Os ingressos podem ser retirados na bilheteria do teatro a partir do meio-dia.

Tags:

publicidade