SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Alunos da Apae-DF vão fazer conservação de obras históricas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/12/2012 18:12

O Centro de Informação e Biblioteca em Educação (Cibec) assinou hoje, 10/12, um convênio com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais do Distrito Federal (Apae-DF) para fazer o trabalho de higienização de 65.026 exemplares do acervo de livros e documentos, que constituem a memória da educação brasileira e da história do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

Entre as obras valiosas do Cibec está uma coleção de 92 volumes das obras completas de Voltaire, de 1785, e outra de History of Brazil, de James Henderson, publicada em Londres em 1821. Há também documentos de Anísio Teixeira, fundador do Inep, que ainda falta levantar. "Esta é uma das principais realizações do Cibec em 2012, considerando que o último trabalho de preservação dos documentos foi em 2005", frisou o coordenador-geral do órgão, Alex Ricardo Silveira.

Com máscaras, luvas de borracha e muito cuidado, 10 alunos da Apae especialistas em trabalhos de conservação vão se dedicar ao acervo do Cibec durante um ano, divididos em duas equipes: seis para a biblioteca e quatro para o arquivo. A iniciativa de procurar a Apae se originou a partir da informação de que um grupo de alunos já trabalhava na Biblioteca Central da UnB, sob a chefia da técnica em restauração Mônica Kanegae.

Segundo Silveira, "preservar os acervos do Cibec é fundamental para todas as outras ações de disseminação" que o órgão está planejando. Em 2013, pretende-se iniciar a digitalização das obras raras e publicações do Inep, com vistas à criação de um repositório digital, além da coleção Anísio Teixeira, com a identificação, indexação e pesquisa sobre sua vida e obra.

Assessoria de Comunicação do Inep
Tags:

publicidade