SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Acadêmico João de Scantimburgo morre em São Paulo, aos 97 anos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/03/2013 15:50

Morreu na madrugada de hoje (22), em São Paulo, aos 97 anos, vítima de uma crise de diabetes, o jornalista João de Scantimburgo, membro da Academia Brasileira de Letras (ABL). O velório está marcado para a Assembleia Legislativa paulista e o enterro para amanhã (23), ao meio-dia, no Cemitério São Paulo, no bairro de Pinheiros.

Ocupante desde 1991 da cadeira 36 número da ABL, na qual sucedeu o ensaísta e crítico literário José Guilherme Merquior, João de Scantimburgo, nascido em 1915 na cidade de Dois Córregos (SP), foi diretor de três jornais na capital de seu estado (Diário de S.Paulo, Diário da Noite e Correio Paulistano) e fundou e presidiu a TV Excelsior. Como acadêmico, dirigiu a Revista Brasileira, da ABL.

O secretário-geral da academia, Geraldo Holanda Cavalcanti, que responde pela direção da Casa na ausência da presidenta Ana Maria Machado, que está em viagem ao exterior, determinou luto oficial de três dia na instituição e marcou para a próxima quarta-feira (27) a Sessão da Saudade, de homenagem ao acadêmico.

Com a morte de Scantimburgo, são duas as cadeiras vagas na academia formada por 40 membros. A cadeira número 10 está vaga desde 23 de dezembro do ano passado, quando morreu o poeta alagoano Ledo Ivo. A ABL informou que 17 candidatos concorrem à eleição para a cadeira 10, marcada para o próximo dia 11 de abril.

 

Tags:

publicidade