SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

UnB Idiomas oferece primeiro curso de turco da capital

As matrículas vão até sexta-feira e as aulas são ministradas pelo presidente do Centro Cultural Brasil-Turquia, Mustafa Goktepe

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/04/2013 13:06 / atualizado em 11/04/2013 13:58

O UnB Idiomas abre a primeira turma do curso de turco na universidade. As aulas começaram na terça-feira (9), mas o período de matrícula vai até sexta-feira (13). Os interessados devem se inscrever pelo site ou ir até o posto avançado da instituição, que fica no ICC Sul, sala CSS72 (subsolo), no câmpus Darcy Ribeiro, Asa Norte, onde o curso é ministrado.O professor responsável pela disciplina é o presidente do Centro Cultural Brasil-Turquia (CCBT), Mustafa Goktepe. Até agora, apenas o nível básico 1 é ofertado, e o número de vagas não está definido. A primeira turma tem oito alunos.

O curso é composto por seis módulos, do básico 1 ao avançado 2, que contêm 45 horas por nível. As aulas acontecem nas terças e quintas, das 12h10 às 13h50. O valor do semestre é R$ 445 para a comunidade externa e R$325 para servidores e alunos da UnB. O pagamento pode ser à vista ou parcelado, e os valofes podem variar dependendo da opção.

O professor Mustafa Goktepe confirma que, a partir do semestre que vem, todos os níveis serão oferecidos. Para suprir a demanda, outros professores de turco virão da Turquia e de São Paulo, onde está localizada a sede do CCBT. O material escolhido para orientar os alunos do UnB Idiomas é o livro Lale, que significa "tulipa" e é símbolo representativo do país. "O livro custa R$ 50, mas quem quiser o kit completo, com CD e caderno de atividades, pode comprar por R$ 150". diz o professor.

Goktepe afirma que o programa da disciplina mantém foco no ensino na língua, mas que também vai apresentar aos alunos aspectos históricos e econômicos do país. "Queremos também abrir uma filial da CCBT em Brasília e um curso de civilização turco-islâmica, como o que oferecemos na PUC de São Paulo", planeja o docente. 

publicidade