SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Veja a entrevista com a jornalista Miram Leitão que lança livro infantil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/09/2013 12:40 / atualizado em 14/09/2013 12:44

Gustavo Aguiar

Sergio Abranches/Divulgação

Talvez você a conheça assim, de vista, da tevê. Quase todas as manhãs, ela comenta assuntos cabeludos da economia. No noticiário, sempre muito séria, Míriam Leitão fala sobre oscilação do dólar, crescimento econômico e preço do petróleo, mas quase nunca de temas do interesse da garotada. Conheça a autora de A perigosa vida dos passarinhos pequenos, jornalista premiada que estreia como escritora infantil.


Qual foi sua motivação para escrever esse livro?
Sempre fui uma rata de biblioteca. Lembro-me especialmente de As aventuras do Barão de Münchhausen, do escritor alemão Rudolf Erich Raspe. Esse eu devorei aos 8 anos e nunca mais esqueci. Apaixonada por livros, eu sonho em ser escritora desde os 10 anos. Depois de me tornar avó pela primeira vez, há sete anos, me reconectei com esse universo infantil e decidi contar as minhas próprias histórias.

A fazenda onde a história se passa existe de verdade?
Sim, é o refúgio para onde vou quando posso descansar da trabalheira do jornalismo. É um lugar muito bonito, com muito verde, e é o lar de mais de 100 espécies de pássaros. Chama-se Fazenda Brejo Novo, e fica em Minas Gerais. Lá, minha família e eu assumimos o compromisso de criar uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), onde a floresta precisa permanecer intocável.

Como o livro nasceu?
Fui à fazenda num fim de semana de muita chuva. De manhã cedinho, espiei pela janela um passarinho que caiu do ninho e lutava para sobreviver àquele aguaceiro. Depois de ver essa cena, sentei-me no computador e comecei a escrever. Peguei aulas com especialistas em pássaros, fiz passeios pela mata. Muita coisa do que vi está contada no livro — por isso, ele é baseado em uma história real.

Você dedicou o livro aos netos. Como eles a ajudaram?
A primeira pessoa que ouviu essa história foi minha neta mais velha, a Mariana. Ela adorou, e disse que só faltavam os desenhos. Quando o livro ficou pronto, mostrei a Manuela, de 1 ano e 10 meses. Ela se divertiu, reconheceu os passarinhos, adorou! Espero que as outras crianças também se divirtam!

Agora, que você resolveu escrever para crianças, vai continuar?
Sim, é claro. Sonho velho, quando se realiza, vem com muita força. Não quero parar de escrever nem para crianças nem para adultos. Não vou deixar de ser jornalista e continuarei comentando sobre os assuntos cabeludos de gente grande na tevê. Mas, para mim, a literatura é um caminho sem volta — sobretudo a infantil. Já tenho alguns livros no forno, que devem sair em breve!

Leia
A perigosa vida dos passarinhos pequenos, de Míriam Leitão
Rocco Pequenos Leitores
56 páginas
R$ 34,50

Não perca
Míriam Leitão vai bater um papo com os leitores sobre o lançamento dessa aventura amanhã, às 16h, na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi, no Lago Norte. Será a partir das 16h. O evento terá contação de história com o grupo Inovatum — Ateliê de ideias.

publicidade