Câmara aprova inclusão de Machado de Assis no Livro dos Heróis da Pátria

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/10/2013 17:48

Agência Câmara

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou nesta ultima terça-feira (8) o Projeto de Lei 6623/09, do deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT), que insere o nome do escritor Machado de Assis no Livro dos Heróis da Pátria, que se encontra no Panteão da Liberdade e da Democracia, em Brasília. O texto segue para o Senado.

Segundo Bezerra, “inquestionavelmente, o nome de Joaquim Maria Machado de Assis é referência ímpar na história da cultura brasileira, considerado por muitos críticos literários a maior expressão das letras nacionais”.

Autor de romances célebres, que se tornaram verdadeiros cânones literários, como Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881), Quincas Borba (1982) e Dom Casmurro (1900), Machado de Assis foi um dos fundadores e o primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), que congrega, desde 1897, os escritores brasileiros que passam a ser considerados imortais, pelo alcance de sua obra literária. Além de escritor, Machado de Assis foi tipógrafo, revisor e funcionário público.

O relator na comissão, deputado Esperidião Amin (PP-SC), disse que “nada há nada a criticar em relação à técnica legislativa e à redação empregadas na elaboração da proposição.”
Tags: