SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estudantes do Gama visitam exposição de artes plásticas

Crianças e adolescentes participaram também de oficina artística no espaço Ecco, nesta quinta-feira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/12/2013 16:05 / atualizado em 26/12/2013 18:44

Gustavo Moreno/C.B/D.A Press
Crianças e adolescentes com idades entre 8 e 14 anos que frequentam o Centro de Convivência do Gama Leste (Cose) visitaram o Espaço Cultural Contemporâneo (Ecco), nesta quinta-feira (26/12), para conhecer a exposição À deriva da palavra e do silêncio. Além de apreciarem as obras, os estudantes tiveram a oportunidade de se expressar artisticamente numa oficina de desenhos e colagens. A mostra reúne pinturas, esculturas e instalações de oito artistas plásticos brasileiros, dentre eles, três do Distrito Federal: Aline Ogliari, João Angelini e Raquel Nava.

Natanael dos Santos, 11 anos, faz parte do grupo que conheceu a mostra e ficou satisfeito. “Achei muito legal e aprendi que é muito importante utilizar as cores, como nas obras da exposição, que são muito coloridas e interessantes”, conta. Maria Alice de Jesus, 10, também visitou a exposição. “Achei tudo muito bonito, principalmente as peças de vidro e alumínio”, diz, ao descrever as telas de Naura Timm que utilizam esses materiais. “De todas as exposições que já fui, essa foi a de que mais gostei, porque desenhamos depois, não ficamos só vendo”, declarou.

Os estudantes tiveram oportunidade de conhecer obras produzidas a partir de diferentes materiais e suportes, como as de Aline Ogliari, que utiliza tecido sobre isopor para recriar imagens consagradas, como O grito, do pintor expressionista Edvard Munch, e Monalisa, de Leonardo da Vinci. A brasiliense Raquel Nava é ainda mais inusitada em esculturas feitas com pães, pedras, tijolos e arames. Ao final da visita, os alunos participaram de oficina criativa e desenvolveram as próprias pinturas, recortes e colagens. A programação faz parte do projeto Colônia com Arte do Espaço Ecco. A proposta é proporcionar contato direto de crianças e jovens com obras de arte de forma lúdica e interativa.

O professor de artes do Cose Laercio Nicolau, 35 anos, explica a importância dessas atividades para a formação das crianças. “Eles estão tendo acesso a bens culturais da humanidade. São exposições que enriquecem, tornam as crianças mais sensíveis, ampliam o vocabulário e o referencial delas. Elas desenvolvem aptidões e características próprias a partir das obras”.

Para o educador de meio ambiente do Cose, Thiago Acácio, 32, esta é também uma oportunidade de conhecer espaços e desenvolver atividades com as quais as crianças e adolescentes não têm possibilidade de manter contato. “Poucos deles têm oportunidade de visitar exposições como essa. O fato de essas crianças estarem aqui aumenta o universo informacional sobre cultura e arte.”

Como visitar

O Espaço Cultural Contemporâneo fica no Shopping Iguatemi. Funciona de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, das 14h às 20h. A exposição À deriva da palavra e do silêncio continua até 16/2/2014. A entrada é gratuita.
Tags:

publicidade