SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Projeto investe em cultura do voluntariado no país

Plano de trabalho de curso integrante do programa Brasil Voluntário é apresentado durante encontro no auditório da Finatec

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/02/2014 18:35 / atualizado em 27/02/2014 18:42

Agência UnB

DEX/UnB
A solenidade de abertura do Curso de Formação do Programa Brasil Voluntário, que vai capacitar tutores de voluntários para a Copa do Mundo, reuniu responsáveis pelo planejamento, execução e acompanhamento da iniciativa nos dias 20 e 21, no campus Darcy Ribeiro. “A  expectativa é formar e certificar até 18 mil pessoas ”, explicou a decana de Extensão da UnB e coordenadora do projeto, Thérèse Hofmann.

O reitor, Ivan Camargo, ressaltou o papel da universidade na consolidação de uma cultura do voluntariado no país e afirmou que “a presença de parceiros como os pró-reitores de extensão é a garantia do sucesso da capacitação dos voluntários da Copa do Mundo.”

À mesa do encontro, estavam ainda a gerente-geral do Programa Brasil Voluntário, Sarah Carvalho, representando o secretário do Ministério do Esporte Ricardo Capelli, e Cecília Leite, diretora do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT).

A professora Thérèse Hofmann agradeceu e destacou “a importância da parceria pública-pública (universidades-governo) e explicou que o projeto vai além dos megaeventos esportivos nacionais pautados no país e articula-se a grandes programas voltados à questão social, como Cruz Vermelha e Médicos sem fronteiras.”

Hofmann ressaltou, ainda, a participação e a competência dos estudantes dos cursos de Turismo, Educação Física, Letras e de Artes envolvidos no processo. “O desafio é consolidar um modelo de pesquisa acadêmica e de inovação tecnológica com foco na formação de quadros de pessoas da sociedade civil”, complementou a decana de Extensão.
   
A diretora do IBICT, Cecília Leite, também referiu-se à parceria pública-pública, “exercício de trabalho conjunto e integrado entre as diversas esferas que traz resultados positivos dificilmente alcançados de outra forma,” observou. Sarah Carvalho, do Ministério do Esporte concluiu “estamos diante de um novo desafio e no início do processo de incutir na juventude a cultura do voluntariado”.

O encontro reuniu pró-reitores de Extensão e representantes de dezessete instituições de ensino superior das cidades-sede da Copa do Mundo: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza,  Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo; das prefeituras e Secretarias da Copa (SECOPA) de cada cidade-sede; membros do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), responsável pela formação em  segurança e primeiros-socorros; tutores de cursos e representantes das parcerias internas da UnB, dos centros de Ensino a Distância (Cead), de Seleções e Promoção de Eventos (Cespe), de Desenvolvimento Tecnológico (CDT) e a Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec).

PROJETO
O projeto de extensão e pesquisa da Universidade de Brasília e do Ministério do Esporte, Desenvolvimento de processos inovadores para a formulação de políticas públicas de voluntariado em megaeventos, foi formulado com base na experiência da UnB e de parceiros na formação e certificação dos voluntários da Copa das Confederações de 2013. O objetivo mais amplo do projeto é capacitar pela inovação educacional e tecnológica. Todo o plano de trabalho foi apresentado aos parceiros presentes pela decana de Extensão nos dias do encontro.  
DEX/UnB

Segundo Hofmann, a coordenação da UnB, feita em parceria com o IBICT, inclui, também, a responsabilidade por toda a logística dos cursos de Ensino a Distância (EAD), além da certificação e articulação geral do processo.

SAIBA MAIS
A formação dos voluntários envolve cursos virtuais e presenciais sobre os conteúdos: A importância do voluntariado, Hospitalidade e Turismo, Segurança e Primeiros-Socorros, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Inglês, Francês, Espanhol e Italiano. A Escola Nacional de Administração Pública (Enap),  nova parceria estabelecida, vai ministrar o curso Ética no Serviço Público aos tutores interessados.

Os voluntários terão o papel de auxiliar o público local e internacional em áreas de fluxo como aeroportos, pontos turísticos e arredores dos estádios nas doze cidades-sede durante a Copa do Mundo.  
Tags:

publicidade