SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Instituto Cervantes apresenta mostra de filmes de Carlos Saura

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/03/2014 19:11

O Instituto Cervantes Brasília apresenta, de 19 a 23 de março, o Festival Carlos Saura, mostra que reúne filme de um dos diretores mais influentes da sétima arte espanhola contemporânea. Serão exibidas cinco produções de diferentes épocas do artista. No dia de estreia, a gestora cultural da Embaixada da Espanha, Elena Cordero, apresentará a biografia do cineasta e comentará as obras selecionadas para a mostra.

Os trabalhos do diretor Carlos Saura são caracterizados pelas influências do neo-realismo e, em algumas etapas, do grande diretor Luis Buñuel, abrangendo a evolução da sociedade espanhola de forma magistral. Este ciclo traz ao público brasiliense uma enriquecedora visão sobre o trabalho cinematográfico e a íntima relação do diretor com a história e a cultura espanhola.

Confira abaixo a programação do Festival Carlos Saura

19 de março - A Prima Angélica (1974)
Duração - 107 minutos
Classificação indicativa - 18 anos

Narra a história de Luis, que ao se hospedar na casa da tia depara-se com a prima Angélica, por sua vez casada e com uma filha. Este reencontro faz reacender as lembranças de infância naquele lugar durante a Guerra Civil Espanhola.

20 de março - Elisa, minha vida (1977)
Duração - 125 minutos
Classificação indicativa : 13 anos

Aborda um drama entre pai e filha que não se falam há muito tempo e moram distante um do outro. A filha, Elisa, fica sabendo que o pai está doente e decide ir passar um tempo com ele. Aos poucos, com a convivência, ambos se reaproximam melhorando a relação.

21 de março - Mamãe faz cem anos (1979)
Duração - 92 minutos
Classificação indicativa - 18 anos

Ganhador do Prêmio Especial no Festival de San Sebastian, do Prêmio da Crítica do Festival de Bruxelas e indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, Mamãe faz cem anos é uma obra que analisa a sociedade espanhola durante o Regime de Franco. Conta a história de uma família que aproveita a reunião de aniversário de 100 anos da matriarca para planejar sua morte e apoderar-se de sua herança.

22 de março - Tango (1998)
Duração - 115 minutos
Classificação indicativa - 16 anos

Em Tango, o diretor teatral Mario Suarez está com a carreira em crise. Abandonado pela mulher, ele se refugia nos ensaios de um espetáculo que prepara sobre tango. Ângelo Larroca, o mafioso produtor e também bailarino frustrado sugere a Mario que dê o papel principal à sua protegida, Mía Maestro. Impressionado com o talento e beleza da jovem, Mario se torna seu amante.

23 de março - Goya (1999)
Duração - 107 minutos
Classificação indicativa - 7 anos

A cinebiografia de um dos gênios da pintura espanhola, Francisco de Goya, mostra o período em que o artista viveu em Buerdos, no fim de sua vida. Enquanto ficava claro que na Espanha os dias de absolutismo sob as novas pressões do iluminismo chegavam ao fim, o artista descobre um novo mundo criativo por meio das próprias pinturas.

Não perca:
Ciclo de cinema destaca filmografia de Carlos Saura
Data: 19 a 23 de março
Horário: sempre às 19h
Local: Espaço Cultural Instituto Cervantes (SEPS 707/907 Sul)
Entrada Franca
Informações: 3242-0603
Site: http://brasilia.cervantes.es
Tags:

publicidade