Ilustrador brasiliense vence nobel da literatura infantojuvenil

A autora japonesa Nahoko Uehashi ganhou na categoria de escritora

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/03/2014 19:43 / atualizado em 25/03/2014 10:09

Ana Paula Lisboa

Carlos Veira
O Prêmio Hans Christian Andersen, considerado o Nobel da literatura infantojuvenil, divulgou o nome dos vencedores da edição de 2014 nesta segunda-feira (24/3) durante a Feira do Livro Infantil em Bolonha, na Itália. Na categoria ilustrador, venceu o brasiliense Roger Mello. A japonesa Nahoko Uehashi venceu como escritora. Mello foi escolhido numa seleta lista que continha nomes de outros 30 ilustradores e foi o primeiro brasileiro a ganhar essa categoria na premiação. Na ocasião, Roger Mello foi parabenizado por grandes nomes da ilustração, como Ziraldo. As únicas brasileiras já premiadas pelo Prêmio Hans Christian Andersen foram as escritoras Ana Maria Machado, em 2000, e Lygia Bojunga Nunes, em 1982.

Apesar da divulgação do nome dos vencedores, os ganhadores só serão premiados em setembro, no México, durante congresso do The International Board on Books for Young People (IBBY). O Prêmio Hans Christian Andersen ocorre a cada dois anos desde 1956. Em 2012, os vencedores foram a escritora argentina Maria Teresa Andruetto e o ilustrador tcheco Peter Sís.

Quem é Roger Mello?
Roger Mello, 48 anos nasceu em Brasília, mas vive atualmente no Rio de Janeiro, onde se formou na Escola Super de Desenho Industrial da Universidade Estadual do Rio de Janeiro. É ilustrador e autor de livros de imagem e de livros para crianças. Suas ilustrações não se limitam aos livros já que ele também se dedica ao desenho animado. Ilustrou mais de sessenta livros de autores como Guimarães Rosa, Jorge Amado, Graciliano Ramos e Ana Maria Machado. Além de ilustrar, escreve: é autor de vários livros, como João por um Fio, Maria Teresa, Griso, o unicórnio, A pipa, Bumba meu boi Bumbá, A flor do lado de lá, O gato Viriato, Viriato e o leão e O próximo dinossauro. Entre os prêmios que conquistou estão o Jabuti de Ilustração e de Melhor Livro Juvenil com Meninos do mangue, Prêmio Especial Adolfo Aizen e Prêmio Monteiro Lobato. Da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil recebeu os prêmios Malba Tahan, Luís Jardim, Ofélia Fontes, Melhor Ilustração e 15 prêmios Altamente Recomendável.
Tags: