SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

VOCê SE LEMBRA? »

Muito mais do que uma simples pantera

O personagem, inialmente cotado para aparecer apenas nos créditos iniciais do filme, ganhou vida própria e será protagonista de um longa-metragem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/04/2014 17:30

Ataide de Almeida Jr.

Criador de confusões hilárias, o lendário bichano foi ao ar em animação com 100 episódios  (Cartoon Network/Divulgação) 
Criador de confusões hilárias, o lendário bichano foi ao ar em animação com 100 episódios


Em 1963, uma animação de uma pantera cor-de-rosa apareceu nos créditos iniciais no filme homônimo. O animal fazia alusão ao mote do longa, no qual um diamante — que tem no interior o símbolo de uma pantera — foi roubado. Mas os produtores não imaginavam que, com toda aquela desenvoltura nas telas, a pantera faria um sucesso tão grande quanto o do filme.


Tanto foi assim que, no ano seguinte, o bichano ganhou um desenho animado próprio. Duas características ficaram marcadas no desenho da Pantera Cor-De-Rosa. A primeira era que se tratava de um desenho animado sem qualquer tipo de falas. A personagem principal se comunicava por mímicas — algo que, de maneira nenhuma, deixava de lado a graça e a inteligência da animação, inclusive dando uma pitada de Charles Chaplin. Já a segunda era a inesquecível trilha sonora composta por Henry Mancini, tocada todas as vezes que ela entrava em cena.


Nos 100 episódios que foram ao ar na televisão norte-americana pelas emissoras ABC e NBC — no Brasil, a série foi exibida pela então TVS (atual SBT) e pela Record —, a Pantera vivia personagens, como detetive ou soldado do Exército, e entrava em conflito com outros animais e, também, com seres humanos, principalmente por causa de comida. Houve uma tentativa de criar o desenho, mas, dessa vez, com falas, em meados dos anos de 1990. No entanto, não houve sucesso. Para quem quiser rever a animação original, o canal de tevê por assinatura TCM voltou a transmitir os episódios.

 

Saiba mais

 

Nas telonas
A MGM vai produzir um novo filme da Pantera Cor-de-Rosa, segundo informações do site Hollywood Reporter. Desta vez, não entrará em cena o inspetor Jacques Clouseau. O foco estará apenas na Pantera, que será produzida em uma mistura de live-action e animação. A publicação diz ainda que Michael Pric, roteirista de Os Simpsons, deve escrever o script.

Premiações
O desenho foi ganhador do Oscar de Melhor Curta-Metragem de animação, em 1965, com o título A Pantera pinta o sete. Com sete minutos de duração, o filme conta a história de um funcionário que pintava uma casa de azul, mas a Pantera atrapalhava o trabalho e coloria tudo de rosa. Além de vencer Oscar, a produção teve um
indicação ao Emmy.

Tags:

publicidade