SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

TURISMO »

Rota dos monumentos para os brasilienses

Governo local lança projeto a fim de difundir a história de Brasília e levar alunos, idosos e deficientes físicos e visuais a conhecerem os cartões-postais da cidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/04/2014 15:30 / atualizado em 11/04/2014 11:20

Antonio Cunha

A Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF) lançou, ontem, o projeto Turismo Cidadão. O evento que lançou o projeto aconteceu no Centro de Atendimento ao Turista, na Praça dos Três Poderes, e contou com a presença de autoridades locais, idosos e alunos do Centro de Ensino Fundamental 2, da Estrutural, além do cartunista Ziraldo. Ele foi o responsável por ilustrar a cartilha que será entregue aos estudante participantes do projeto.

Os dois ônibus, com plataforma elevatória para cadeirantes, saíram do Palácio do Buriti rumo à Praça dos Três Poderes. Mas, no primeiro momento, os alunos e os idosos não desceram do coletivo para conhecer os pontos turísticos. O projeto visa ao turismo cívico e ao resgate da memória política do país. Segundo a Setur, a proposta pretende de incentivar o patriotismo e despertar o orgulho pela cidade.

A cartilha ilustrada por Ziraldo foi elaborada em versão braile para deficientes visuais, e há um vídeo com áudio descritivo do material abordado no impresso. O conteúdo foi elaborado pela Setur e conta a história de Brasília, o papel dos Executivo, Legislativo e Judiciário, e a importância do título de Patrimônio da Humanidade concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A publicação será distribuída aos jovens participantes do projeto.

Os ônibus vão passar nas escolas para buscar os alunos, que vão conhecer pontos turísticos importantes de Brasília, como a Praça dos Três Poderes, o Palácio da Alvorada, o Congresso Nacional, a Câmara Legislativa, entre outros. Ao desembarcarem em cada parada, os estudantes vão conhecer a história de Brasília por de guias capacitados. Após concluírem o percurso, os jovens serão levados para a escola.

Durante o evento, o secretário de Turismo do Distrito Federal, Luis Otávio Neves, agradeceu a parceria das secretarias para concretização do projeto. Segundo ele, o objetivo é incentivar os brasilienses a conhecerem a cidade. Por meio de uma pesquisa, a secretaria constatou que 62% da população do DF não conhecem o interior dos monumentos locais nem sabem a história da cidade. “Os ônibus vão parar nos monumentos, e a população vai ter a oportunidade de conhecê-los por dentro. É importante que conheçam o valor do título de Patrimônio da Humanidade que Brasília ganhou”, afirmou.

Incidente
Ao chegar à Praça dos Três Poderes, o cartunista Ziraldo bateu a cabeça no teto do ônibus ao desembarcar e chegou à tenda com um saco de gelo na cabeça. No encerramento do evento, ele foi atendido por uma ambulância do Corpo de Bombeiros e liberado logo em seguida. O incidente não abalou Ziraldo, que manteve a simpatia e o bom humor. Ele afirmou que se sentia privilegiado em poder participar do projeto e previu que o Turismo Cidadão despertará a curiosidade dos alunos sobre a história da cidade. “Vai ensinar as nossas crianças a amarem Brasília, que é uma cidade fácil de se amar”, comentou. O cartunista lembrou-se ainda da época em que ajudou na construção de Brasília:xx “Saía todo coberto de areia vermelha. E é a maior felicidade ver no que a cidade se tornou”.

Para Julimar Almeida Quiroz, 40 anos, morador de um albergue em Taguatinga, o passeio foi inesquecível. “Vim de São Paulo há 3 anos, e nunca tinha feito um passeio turístico. Agradeço muito. Tive a oportunidade de me sentir  um cidadão”, afirmou.

O governador Agnelo Queiroz não participou da cerimônia por que prestava solidariedade em Ceilândia, onde uma tenda da Carreta Oftalmológica caiu próximo à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na tarde de ontem. Ele foi representado pela primeira-dama, Ilza Queiroz.

Cenário

Pelos dados da Secretaria de Turismo do Distrito Federal, em 2013, o número de desembarques internacionais e nacionais no Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek ultrapassou  4 milhões de passageiros
 
A Secretaria de Turismo espera atender cerca de 25 mil pessoas entre estudantes do ensino médio e fundamental, idosos e pessoas atendidas pela SEDEST e demais grupos organizados da sociedade, no primeiro ano do programa.
 
Secretarias parceiras do projeto Turismo Cidadão: de Educação, do Idoso, da Justiça, da Cultura e de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda do Distrito Federa. A Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB) também participa do projeto. A Caesb fornecerá 2.400 copos de água por mês, e as secretarias de Educação, Idoso e Sedest fornecerão lanches para os grupos.
 
Por meio de uma pesquisa realizada pela Setur, foi identificado que 62% da população do Distrito Federal não conhecem os monumentos de Brasília por dentro e não sabem a história da cidade.

Tags:

publicidade