SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

URBANISMO »

Brasília se exibe em Nova York

Imagens e plantas originais da construção da capital farão parte de exposição no MoMA, um dos mais renomados museus do mundo. O tema da mostra é a arquitetura moderna na América Latina

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/05/2014 13:00 / atualizado em 15/05/2014 10:40

A genialidade de Oscar Niemeyer e Lucio Costa fará parte de exposição sobre a arquitetura latino-americana no Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA). Fotos da construção de Brasília foram cedidas pelo Arquivo Público do Distrito Federal (ArPDF) e ocuparão parte da mostra América Latina em Construção: Arquitetura 1955-1980, programada para o período de 25 de março a 12 de setembro do próximo ano. Plantas originais da capital e uma projeção do Plano Piloto também integram o acervo.

O coordenador do Arquivo Histórico do ArPDF, Wilson Vieira, considera importante a cidade ser lembrada por um dos principais museus do mundo. “É uma conquista, mas não poderia ser diferente. A exposição vai contextualizar o movimento da arquitetura moderna latino-americana, e somos referência nessa área. Não poderíamos ficar fora”, exalta. Ele destaca o protagonismo de Brasília quando o assunto é urbanismo. “A cidade é um ícone do modernismo.”

Vieira conta que um dos curadores da exposição, Carlos Eduardo Comas, é brasileiro e recorreu ao órgão em busca de registros do início da cidade. “É um gaúcho que pesquisa Brasília há muito tempo. Surgiu a ideia de mostrar um pouco da América Latina no museu, e ele entrou em contato conosco”, relata. O coordenador explica que, após as primeiras trocas de informação, agora eles trabalham para separar imagens e plantas que melhor traduzem o Distrito Federal. “Recebemos uma equipe do MoMA aqui no ano passado. Estamos combinando tudo com eles para que a exposição seja um sucesso, com ótimas fotos que retratem a cidade”, diz.

Revista
Algumas das capas históricas da Revista Brasília também serão expostas. Organizada pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), a publicação foi lançada em 1957 para atualizar as informações sobre a construção da cidade e permaneceu em circulação até o fim dos anos 1980. “Faziam imagens lindas e reportagens com o propósito de divulgar o andamento das obras da cidade”, recorda Vieira.

Apesar de ainda não estar definido quais imagens farão parte da mostra, já é certo que uma projeção do Plano Piloto será feita no chão do museu. Vieira acredita que essa é a melhor maneira de mostrar como é Brasília para os estrangeiros que não conhecem a região. “A projeção representará a cidade em seu aspecto urbanístico e arquitetônico, dando a noção do modernismo presente na capital”, afirma.

Para saber mais

Placa no acervo permanente

Esta não será a primeira vez que Brasília estará presente no Museu de Arte Moderna de Nova York. Uma placa de sinalização urbana da cidade integra, desde o fim de 2013, o acervo permanente no museu. Considerado uma importante peça do design internacional, um totem igual aos vistos na entrada das quadras do Plano Piloto poderá ser apreciada por visitantes do MoMA em 2015. Embora já faça parte da coleção do museu, a peça ainda não foi exposta ao público. Desenhada por uma equipe brasiliense, coordenada pelo arquiteto Danilo Barbosa, as placas do DF são as mesmas desde 1976, quando o Plano Diretor de Sinalização da capital foi elaborado.

Tags:

publicidade