SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Os clãs estão em guerra!

Em batalhas épicas entre reinos bárbaros, crianças se divertem com o jogo Clash of Clans

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/08/2014 12:53 / atualizado em 11/08/2014 12:59

Vira e mexe, a garotada descobre um jogo novo e não consegue deixar o celular ou o tablet de lado. O game da vez é o Clash of Clans, disputa de combate e estratégia desenvolvida pela empresa finlandesa Supercell. Compatível com os sistemas operacionais Android e iOS, o aplicativo para tablet e smartphone pode ser baixado de graça na App Store e no Google Play.

O objetivo é muito simples: lutar! Como o game é on-line, jogadores do mundo todo travam batalhas épicas para defender suas próprias terras e saquear os territórios inimigos. Além disso, os usuários podem guerrear contra os goblins ou se aventurar em batalhas entre clãs, que reúnem jogadores de vários países. Para Gabriel Glici, 10 anos, a adrenalina da batalha é a maior graça do Clash of Clans.

Antonio Cunha/CB/D.A Press
— Você se diverte muito destruindo a vila dos outros! A disputa entre os jogadores fica animada. Também é muito legal roubar as moedas que as pessoas guardam.

Joshua Mota, 8 anos, é primo de Gabriel e começou a jogar Clash of Clans faz quatro meses. Ele gostou tanto que não desgruda da telinha.
— Só largo o tablet para fazer xixi!

Para manter seu território a salvo e atacar outras províncias, Joshua treina um exército de bárbaros, arqueiros, magos, dragões e outras criaturas mágicas. Gabriel também montou uma estratégia de defesa, com uma muralha bem grande e canhões poderosos.

Para construir tudo isso, os primos precisaram juntar bastante elixir, muitas gemas e inúmeras moedas, itens internos que permitem fazer compras na lojinha e investir no próprio vilarejo. Joshua evoluiu muito rápido: construiu um castelo, requisito para ingressar em um clã com outros jogadores.
— Eu participo de quatro clãs! O bom é que os jogadores se ajudam bastante. Também gosto de visitar outras vilas e ver como os outros jogam. Assim, dá para ter ideias legais. Uma vez, eu apaguei tudo e reorganizei a minha vila todinha!

Antonio Cunha/CB/D.A Press
Os primos estão torcendo para que, logo logo, Gabriel junte moedas suficientes para comprar o castelo do clã e se juntar à equipe de Joshua. Eles jogam vários outros games juntos e mal podem esperar para lutar lado a lado. Joshua está esperançoso:

— Estou doido para jogar on-line com esse carinha aqui!

Para jogar

O jogo ainda não foi avaliado pelo Ministério da Justiça, mas, para baixar o aplicativo no iTunes, a classificação indicativa é de 10 anos. A empresa recomenda o jogo para pessoas a partir de 13 anos.

Para mais informações, visite o site da Supercell sobre o jogo.

Tags:

publicidade