SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Lançamentos em HQ são opção de leitura para crianças, adolescentes e jovens

Entre as novidades nas livrarias, está o segundo volume do quadrinho Bear, de Bianca Pinheiro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/06/2015 15:02 / atualizado em 03/06/2015 18:08

Formada em artes gráficas pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Bianca Pinheiro, 27, desenha quadrinhos desde criança. Foi só em 2012, no entanto, que as tirinhas de Bianca passaram a ser publicadas na web, no blog A vaca voadora, projeto feito em parceiria com a quadrinista Fefê Torquato.

 

Paulo Henrique Tirre
 

Dois anos depois, a carioca radicada em Curitiba criou a série Bear, em que a menina Raven se perde dos pais e pede a ajuda do urso Dimas para reencontrá-los. Inicialmente publicada em um blog, a história virou livro pela editora Nemo em 2014.

Na continuação, Bear - Volume 2, o leitor acompanha a menina Raven, que procura por seus pais com a ajuda do urso Dimas. Após ter sido destronado pela dupla, o Rei G da Cidade das Charadas tenta atrapalhá-los na missão. Os personagens vão parar na cidade Metódica, onde uma maldição transforma todos os adultos em crianças.

Confira entrevista com a autora:

Como surgiu a ideia de fazer Bear?
A ideia de fazer uma webcomic veio da necessidade de me manter produzindo e de contar uma história longa. Eu vinha querendo fazer uma HQ de 200 páginas tudo de uma vez só e não estava conseguindo. Foi quando decidi fazer uma HQ seriada, que me permitiria desenvolvê-la devagar e receber o feedback imediato dos leitores.

Como é o processo de criação dos personagens? Você se inspira em pessoas que conhece?
Geralmente, eles surgem na minha cabeça conforme a história anda. Mas posso garantir que essas inspirações são influenciadas por pessoas e situações reais, sim. Tem vezes em que ouço uma história de alguém e logo penso: “Essa pessoa daria um ótimo personagem!” A parte mais difícil é conciliar a imagem que fiz da personagem na minha cabeça com o desenho final dela. É quando tenho que fazer a personalidade aparecer no modo de falar, de se vestir, de pensar.

Esse trabalho saiu primeiro na internet para depois chegar às páginas do livro. Existe muita diferença entre os dois meios?
A real diferença entre os dois meios, imagino, está na hora de conceber a história. Na internet, não faço páginas duplas, por exemplo. Tampouco me preocupo com viradas de página. A preocupação é manter cada página interessante por si só, de modo a convidar o leitor a reaparecer para ler na semana seguinte. O terceiro volume será o primeiro a sair só impresso. Escolhi isso porque quero explorar as possibilidades que só o gibi impresso trazem. Ou seja, será cheio de páginas duplas!

Você tem previsão de quando Raven finalmente encontrará os pais?
Eu gostaria que a série de livros tivesse 7 ou 10 capítulos.

Na sua opinião, qual veículo alcança mais as crianças: o livro ou a internet?
Não sei mesmo. Tem pais que compram o livro para lê-lo com os filhos e tem pais que se sentam diante do computador com os filhos para ler com eles direto da internet. As crianças menores lêem Bear porque os pais encontraram primeiro. A partir dos 10, 11 anos elas já acham tudo sozinhas.

Para ler
Bear - volume 2
Editora:
Autora: Bianca Pinheiro
80 páginas
R$37,90
Classificação indicativa: livre

Veja outros lançamentos de histórias em quadrinhos:


O mundo de Edena - 6. Os consertadores
Editora: Nemo
Autor: Moebius
56 páginas
R$ 49
Classificação indicativa: 16 anos

O sexto volume da série O mundo de Edena, de Moebius, reúne quatro histórias curtas que abordam misticismo, tecnologia e viagem no espaço. Nascido na França em 1938, Jean Giraud passou a assinar como Moebius nos anos 1960. O autor publica histórias em quadrinhos desde os 18 anos e também colaborou em filmes de ficção científica como Alien (1979), Tron (1982) e O quinto elemento (1997). Giraud morreu em maio de 2012, em Paris.

Os olhos do gato
Editora: Nemo
Autor: Alejandro Jodorowsky e Moebius
56 páginas
R$ 54,90
Classificação indicativa: 14 anos

Em 1973, após encontrar os quadrinhos de Moebius em um posto de gasolina, o cineasta Alejandro Jodorowsky resolveu que queria o artista para desenhar o storyboard do seu próximo filme, Dune. Embora Dune tenha sido abortado na pós-produção, a parceria entre Jodorowsky e Moebius resultou na história Os olhos do gato, contada em um formato diferente dos quadrinhos tradicionais. Em vez de uma página composta por vários quadros, cada página apresenta uma única ilustração.

O muro
Editora: Nemo
Autor: Céline Fraipont e Pierre Bailly
192 páginas
R$ 39,90
Classificação indicativa: 16 anos

A Bélgica de 1988 e o movimento punk rock servem de pano de fundo para a história da adolescente de 13 anos Rosie. A mãe da menina fugiu com outro homem, o pai se afunda no trabalho, e a melhor amiga a trocou pelo novo namorado. Abandonada e incompreendida, Rosie precisa lidar sozinha com a própria depressão. O muro é a primeira história em quadrinhos da roteirista belga Céline Fraipont, feita em parceria com o argeliano Pierre Bailly.

publicidade