SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Documentário sobre primeira transexual política está no Festival de Cinema

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/08/2012 13:30

O documentário Kátia, da professora o Instituto de Artes e Design (IAD), da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), conta a história da primeira transexual brasileira a entrar no cenário político no Brasil e disputará o prêmio de melhor longa de documentário do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, que ocorre entre 17 e 24 de setembro.

Kátia Tapety, nascida José, é filha de uma tradicional família de políticos do Piauí. Moradora de Colônia do Piauí, foi vereadora por três mandatos seguidos, sendo sempre o mais votado. Entre 2004 e 2008, foi vice-prefeita da cidade.

“Kátia é uma pessoa de 60 anos, casada há 20 anos, numa família tradicional com filhos. O impressionante é o contraste: ela vive em uma cidade pequena, e que já está muito avançada numa relação de direitos humanos. Lá todos conhecem a dona Kátia e seu marido” conta a diretora Karla.

O documentário de Karla será exibido em 19 de setembro, às 19h. O Festival de Brasilia é uma iniciativa do Governo do Distrito Federal para o incentivo ao cinema nacional. O evento se caracteriza pelo seu ineditismo, contando apenas com filmes que não foram premiados em outros festivais. Os vencedores recebem o Troféu Candango, uma homenagem ao povo da capital brasileira. O festival é realizado desde 1965 e está na sua 45° edição. Este ano serão distribuidos R$ 635 mil para os vencedores. A programação completa do festival está disponível em seu site.
Tags:

publicidade

publicidade