SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Aluno esfaqueia colega em escola no Cruzeiro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/10/2012 12:43 / atualizado em 08/10/2012 12:48

Uma desavença entre dois alunos do Centro de Ensino Fundamental 2, noCruzeiro Novo, terminou em esfaqueamento dentro da escola, na manhã de ontem.Uma dolescente de 13 anos acabou atingido no peito por umjovem dois anos mais velho. A agressão ocorreu por volta das 7h40.O desentendimento dos estudantes teria começado no início do ano, por conta de uma rixa entre moradores da Cidade Estrutural e do Itapoã, locais em que eles residem.Oagressor entrou na escolacoma faca na mochila e a escondeu em um forro da instituição até pegá-la para atacar o rival, que não corre risco de morte, mas permanecia internado até o fechamento desta edição. O infrator foi detido e vai responder por ato infracional análogo à tentativa de homicídio.

Assustadas, duas alunas do CEF 2 contaram que a confusão teve início logo após a entrada dos estudantes. O pátio estava cheio. “Eles ficavam trocando xingamentos por causa de uma rivalidade do local em que moram, e ontem um deu uma facada no peito do outro. Ficou todo mundo com medo”, contou uma jovem de 13 anos. Após desferir o golpe, o agressor seguiu para a sala de aula normalmente, enquanto a vítima pediu ajuda à direção da escola. Ensanguentado, o aluno foi encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital de Base do DF. Segundo a Secretaria de Saúde, ele ficará em observação por até 24 horas.

Estudante da 7ª série, a vítima é moradora da  O agressor, residente no Itapoã, faz parte da turma de distorção idade-série—alunos em séries atrasadas. “Há uma rixa entre os estudantes que moram nessas duas regiões e estudam no CEF 2. Ele (o agressor) informou que vinha sendo ameaçado por um grupo da vítima desde o começo do ano e hoje (ontem) levou a faca para se defender”, informou a delegadaViviane Bonato, da Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). Em depoimento, o jovem infrator informou à polícia que pegou a arma em casa. “Ele a levou na mochila e, ao chegar à escola, escondeu em um forro. Ao se sentir ameaçado, colocou na cintura e, quando o outro jovem se aproximou, ele o atingiu”, detalhou Bonato.

Apesar de ter informado que havia levado a faca—estilo peixeira, com 23cm só de lâmina—apenas para se defender, a delegada acredita que a intenção do adolescente era matar o rival. “Ele só não conseguiu matar porque a faca não atravessou o osso do tórax da vítima, e também porque os outros alunos o empurraram”, disse a delegada da DCA. Ontem, além do infrator, os policiais colheram depoimento de dois professores do CEF 2.O jovemfoi encaminhado à Unidade de Internação do Plano Piloto, o antigo Caje, onde deve cumprir medida socio educativa.

Em relação ao ocorrido, a Secretaria de Educação informou que se tratou de “um caso isolado”. O coordenador da Regional de Ensino do Plano Piloto e do Cruzeiro, Jeferson Paz, disse que a escola tinha conhecimento da rixa entre os dois alunos. “Sabemos dessas desavenças por conta das regiões que eles moram, mas não podíamos prever que iria ocorrer isso.” Com 780 alunos, entre 11 e 16 anos, o CEF 2 começou atender os moradores do Itapoã este ano. “A região não possui vagas e fizemos um acordo com a secretaria (de Educação) para que os estudantes viessem para o Cruzeiro”, explicou Paz.
Tags:

publicidade

publicidade