SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estudantes do DF vão participar da Feira de Miniempresas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/10/2012 17:43 / atualizado em 27/10/2012 17:20

Foto Divulgação


Jovens estudantes de escolas públicas e particulares do Distrito Federal participaram de um projeto desenvolvido pela Junior Achievement DF (JADF), organização internacional sem fins lucrativos, onde tiveram a chance de criar uma miniempresa. Neste sábado (27), no Shopping Conjunto Nacional em Brasília, na Feira de Miniempresas, os participantes colocarão à venda os produtos desenvolvidos. Segundo a diretora executiva da JADF, Olívia Volker, o objetivo é desenvolver neles o espírito empreendedor e dar uma base para que no futuro eles tenham a possibilidade de abrir próprio negócio .

Durante quatro meses, os 180 estudantes que participaram, criaram as miniempresas colocando em prática conhecimentos adquiridos em administração, finanças, produção, recursos humanos, marketing e vendas. Foram 15 encontros com aulas ministradas em turno contrário ao da escola.

Os alunos estimaram os gastos com a produção e receberam da JADF ações para arrecadar o dinheiro necessário para a montagem da miniempresa. Os estudantes vendem as ações para amigos, familiares, ou conhecidos, que recebem os dividendos no fim  do projeto. “Teve miniempresa que chegou a dar 200% de lucro e nunca tivemos nenhuma que deu prejuízo”, afirma Olívia Volker.

Samantha Olinda da Silva, 17, participa do Projeto Pescar Sabin e é diretora de produção da Art’ Criar. No dia das mães a turma dela participou da confecção de caixas personalizadas para presentear as mães. Aproveitando o aprendizado adquirido no Projeto Pescar Sabin, montaram a miniempresa especializada em caixas de madeira personalizadas. “Fez sucesso, as pessoas começaram a pedir por encomenda e, hoje, temos um bom número de clientes”, conta Samantha. Ela está animada com a chegada do fim do ano e a possibilidade do aumento das vendas.

Olívia Volker explica que o projeto é muito importante para o Brasil e principalmente para a capital. “Brasília tem vocação para o serviço público, para mudar esse cenário temos que preparar os jovens para o empreendedorismo que, além de gerar renda para família, gera novos empregos para a cidade”, explica. Gessynara dos Santos Mariano, 18, é a presidente da Art’ Criar e conta que se inspirou com o projeto e viu nas miniempresas uma futura alternativa de trabalho. Ela explica que o projeto ampliou sua mente e abriu seus olhos para o empreendedorismo. Gessynara pretende continuar com a empresa quando o projeto finalizar. “Quero montar um atelier e continuar atendendo os nossos clientes”, afirma.

Amanda Boaventura Xavier, aluna do 2º ano do Centro Educacional Sigma (unidade Asa Norte), diz que se surpreendeu com o projeto. “Eu não tinha noção do que era administrar uma empresa, vi os pontos negativos e positivos”, conta. Ela afirma que foi uma experiência de vida em que aprendeu muito e abriu as possibilidades para o futuro. Amanda é presidente da Carregarte, miniempresa que fabrica suporte, feito de EVA, para celular.

Ainda no sábado (27), pela manhã, os jovens  vão participar de palestras sobre empreendedorismo com profissionais renomados no mercado, como Janete Vaz, diretora Executiva do Laboratório Sabin e presidente do Conselho Consultivo da JADF, e Ênio Pinto, gerente Nacional de Atendimento do Sebrae.

Anote:

Feira de Miniempresas:

Data: 27 de outubro de 2012 (sábado)

Horário: das 13h às 18h.

Local: Praça das Gaivotas, 2º piso, Shopping Conjunto Nacional

 De graça

Palestras:

Data: 27 de outubro de 2012 (sábado)

Horário: das 9h às 12h

Local: Centro Cultural, 3º piso, Shopping Conjunto Nacional

De graça


Tags:

publicidade

publicidade