SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estudantes visitam exposição para ampliar o aprendizado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/11/2012 19:14 / atualizado em 07/11/2012 19:32

Na exposição promovida no Museu Nacional pelo Centro de Tecnologia Mineral, estudantes e demais visitantes puderam observar, pelo microscópio, diversas amostras de diamantes naturais e sintéticos(foto: Fátima Schenini) Uma tenda montada na alameda principal do Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, na Zona Norte do Rio de Janeiro, atraiu a atenção durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2012. Durante três dias, de 19 a 21 últimos, ali foram apresentadas atrações como amostras de rochas, minerais e gemas, expostas pelo Centro de Tecnologia Mineral (Cetem) do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação. Por meio de um microscópio, era possível observar amostras de diamantes naturais e sintéticos. Os visitantes também puderam assistir a experimentos químicos feitos por técnicos do Cetem. Com base na cor, eram identificadas substâncias presentes nas soluções. Os visitantes recebiam um folder com a tabela periódica, ilustrada, e gibis educativos. Wandeca e o que Sai da Mina... A Aventura com o Alumínio era um deles. “Visitas e aulas-passeio possibilitam vivência e aprendizado aos estudantes”, diz a professora Mônica Matsumoto, da Escola Municipal Conselheiro Mayrink, no bairro do Maracanã [Zona Norte]. Ela levou alunos do segundo ano do ensino fundamental à exposição. “Após um passeio, promovemos uma roda de conversa, trocamos experiências vividas na ocasião e as registramos, por meio de texto coletivo ou individual, além de desenhos e fotos”, detalha a professora. Formada em matemática, Mônica atua no magistério há mais de 15 anos. O estande do Cetem apresentou ainda maquetes com soluções inovadoras na área de meio ambiente — aproveitamento de resíduos de rochas ornamentais na pavimentação asfáltica para minimizar impactos ambientais; drenagem ácida de minas de carvão mineral; biorremediação de solos contaminados por derramamento de petróleos e seus derivados por meio de micro-organismos. Outro estande que chamou a atenção foi o do Museu Nacional. Com peças selecionadas do acervo da instituição, a mostra apresentou o tema Água para Vida e Água para Todos. Fósseis de animais de várias espécies mostravam que as primeiras espécies viviam na água.

Tags:

publicidade

publicidade