SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Senado e UnB assinam acordo de cooperação para comercialização de livros

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/11/2012 15:24 / atualizado em 08/11/2012 15:26

 

O presidente do Senado, José Sarney, e o reitor da Universidade de Brasília, José Geraldo Souza Junior, assinaram protocolo de intenções e acordo de cooperação técnica entre as duas instituições para a comercialização de publicações. As duas autoridades destacaram a importância do ato para a difusão e a valorização do livro. A cerimônia de assinatura foi realizada na Presidência do Senado.

- É com imensa alegria que eu, como intelectual sempre voltado para as coisas que são mais importantes, que são as coisas do espírito, porque as outras todas passam e o espírito não passa, assino convênio de tamanha importância – disse o presidente do Senado.

Sarney afirmou que a iniciativa junta as duas entidades na maximização de seus objetivos, ampliando o alcance da população aos livros num momento de restrição de recursos. Ele observou que Senado e UnB dispõem de acervos extraordinários e que essa Casa do Legislativo orgulha-se de guardar publicações esgotadas, consideradas raridades bibliográficas.

O presidente do Senado expressou convicção de que o livro jamais desaparecerá. Para Sarney, é muito mais fácil desaparecer a memória do homem para ler um livro do que o livro ser extinto.

- Eu acho que o livro veio realmente para ser o grande repositório do saber humano. E quem melhor talvez tenha enfrentado a ideia de que a tecnologia vai superar o livro, foi Bill Gates, quando disse que para começar teve que começar lendo livros.

O reitor José Geraldo Souza Junior também celebrou o evento como significativa contribuição para oferecer a expertise da Universidade de Brasília à formação do pensamento legislativo brasileiro.

Diretora-geral do Senado, Doris Marize Romariz Peixoto disse que o acordo representa uma extraordinária troca de experiência entre as duas instituições, com o valioso resultado para a racionalização de gastos públicos. De acordo com a diretora, a população terá maior acesso, e a custo mais baixo, a uma grande variedade de temas literários. Ela também informou que o Senado e a UnB já assinaram 120 acordos técnicos.

Carlos Roberto Stuckert, diretor do Instituto Legislativo Brasileiro, e Florian Augusto Coutinho Madruga, diretor da Secretaria Especial de Editorações e Publicações, também participaram da assinatura desses documentos.

Tags:

publicidade

publicidade