SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Maior investimento na educação é desafio para o Brasil

Pesquisador avalia importância de recursos destinados ao setor

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/11/2012 12:46 / atualizado em 09/11/2012 11:58

Agência Senado

O professor e pesquisador do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea), Waldery Rodrigues Júnior, alertou para a necessidade de se discutir a forma de aplicação dos recursos em educação previstos no Plano Nacional de Educação (PNE) em tramitação no Senado. Para ele, tão importante quanto a quantidade é a qualidade do investimento.

- O PNE traz a exigência de investimento de 10% do Produto Interno Bruto (PIB)  em educação. Isso é muita coisa, um valor elevado e que precisa ser discutido - afirmou na manhã desta sexta-feira (9).

Waldery Rodrigues lembrou que o percentual de investimento no setor hoje é de 5,7% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, atualmente da ordem de R$ 4,5 trilhões. O pesquisador é um dos participantes do seminário sobre conhecimento e inovação que está sendo realizado pela Comissão de Educação (CE) no Senado.

Já o professor da Universidade de Brasília (UnB) Marcos Formiga citou exemplos de países como Coreia do Sul, Índia e China, que estão apostando no conhecimento para garantir posições de destaque no cenário mundial.

- Não é mais o modelo ocidental europeu e americano que nos guia. Na Coreia, educação foi prioridade por mais de 30 anos, independente de governos. Fizeram o dever de casa, honraram o compromissão de nação com educação e agora estão numa fase posterior, na qual o desafio é o conhecimento - analisou.

O seminário está sendo realizado na Sala 15 da Ala Senador Alexandre Costa do Senado Federal e pode ser acompanhado pela internet: www.senado.leg.br

Tags:

publicidade

publicidade