SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Renda define tipo de ensino

Em compensação, na Estrutural, ocorre o inverso: 96,3% dos estudantes frequentam colégios do GDF

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/11/2012 11:52 / atualizado em 12/11/2012 11:56

Flávia Maia , Gizella Rodrigues

Ronaldo de Oliveira
Quanto mais rica a cidade no Distrito Federal, menor a chance de ter estudantes na rede pública de ensino. Inclusive, em algumas regiões administrativas de maior poder aquisitivo, como Sudoeste/Octogonal e Águas Claras, não contam com escolas do governo. De acordo com a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad) realizada pela Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), a proporção de alunos na rede pública aumenta à medida que a renda cai. Os dados mostram que 30,6% dos 2,5 milhões de habitantes do DF estão matriculados. São 783.721 estudantes. Desses, dois terços estudam em instituição públicas, enquanto 35,6% estão nas particulares.

Leia mais notícias sobre Cidades

No Lago Sul, região com moradores mais abastados, por exemplo, apenas 13,2% dos estudantes que moram na cidade estão na rede de ensino do governo — são 848 pessoas —, o menor percentual do DF. No outro extremo, na Estrutural, cidade mais carente da unidade da Federação, 96,3% dos alunos frequentam a escola pública, totalizando 12 mil estudantes.
Tags:

publicidade

publicidade