SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Mais de 60 milhões de crianças estão fora da escola em todo o mundo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/11/2012 11:20 / atualizado em 14/11/2012 12:02

Dad Squarisi /Correio Braziliense

Wise/Divulgação
 

 "Milhões de crianças estão sendo roubadas em seu direito fundamental de receber educação de qualidade." As palavras da sheikha Moza bint Nasser abriram os trabalhos de hoje da 4ª edição do World Innovation Summit for Education (Wise), que está sendo realizada em Doha, Catar. Pobreza, preconceitos, conflitos e desastres naturais expulsam 61 milhões de meninos e meninas da escola e lhes cassam, irremediavelmente, o acesso ao futuro. Eles estão sobretudo na África, na Ásia e no Oriente Médio.

Educate a Child (EAC), programa global lançado pela primeira-dama do Catar, tem a meta de oferecer educação de qualidade aos infantes dos mais remotos e inóspitos lugares do mundo. Entre eles, o Sudão do Sul, país dizimado por quase duas décadas de violenta guerra civil; ribeirinhos de Bangladesh, que fazem do barco casa, transporte e escola; Quênia, em que comunidades isoladas privam meninas da escola para que se casem e contribuam com o dote para amenizar a miséria familiar; Gaza, cuja população se encontra encurralada em campo de concentração sem suficiente alimento, remédio e abrigo.

Guerras desorganizam vidas organizadas. Crianças e adolescentes que frequentam normalmente as salas de aula se veem obrigados a abandonar os lares para buscar refúgios seguros. Privam-se, assim, de continuar os estudos. São, hoje, 28 milhões de pessoas. A EAC trabalha para subsidiar escolas e centros de ensino a fim de dar condições para a continuidade a educação longe de casa.

EAC financia 25 projetos espalhados pela África, Ásia e Oriente Médio. São 500 mil crianças -- pouco, considerado o contingente de excluídos. Daí a necessidade de parcerias. Governos, ONGs, instituições multilaterais, fundações, empresas e pessoas físicas contribuem para o projeto. É o caso da Unesco, UNHCR, Bharti Fondation, Global Partnership for Education.

Emoção marcou o anúncio do programa levado avante pela sheika Moza. Alek Wek, a modelo sudanesa que sofreu as violências da guerra e dos preconceitos, contou a própria história como exemplo da importância da educação. O ex-primeiro-ministro inglês Gordon Brown lembrou Malala, garota paquistanesa que se tornou símbolo das criancas pelo direito a educação. Suad Mohamad, estudante e agora diretora da escola do campo de refugiados de Kakuma (Quênia), narrou a trajetória que a fez chegar ao lançamento do EAC. Robert de Niro emprestou a voz para narrar o vídeo que apresentou beneficiários do programa.

O evento termina amanhã em Catar e reúne as principais autoridades e experts da educação mundial para debater os rumos da educação e principais desafios enfrentados em todo o mundo atualmente. Além disso, nessa ocasião serão premiadas as iniciativas mais inovadoras em educação realizadas no mundo todo e que realmente impactaram e transformaram a realidade em sua volta, bem como a personalidade de maior destaque no setor da educação mundial de 2012.

Wise
Em inglês, wise quer dizer ensinar, guiar, orientar. Não é por acaso que a palavra dá nome a uma das mais importantes iniciativas mundiais no âmbito da educação. Criado em 2009 pela Qatar Foundation, o World Inovation Summit for Education (Wise) se propõe desenvolver o futuro da educação por meio da inovação. Persegue três metas principais. Uma: abordar os desafios da educação no século 21. Outra: ampliar o diálogo sobre o tema nos cinco continentes. A última: implantar soluções práticas e sustentáveis aptas a responder as questões que se avolumam. Durante o ano, o projeto se dedica a alcançar locais distantes dos círculos tradicionais da comunidade educacional para promover a inovação e realizar ações concretas.

Sob a liderança da primeira-dama do Catar, sheikha Moza bint Nasser, o Wise promove um encontro anual internacional que serve de plataforma única e local para a reunião de líderes e especialistas que compartilham as melhores práticas de educação. A quarta edição, que acontece de 13 a 15 de novembro de 2012, reúne cerca de 1.200 pessoas em Doha, no Catar. Durante o evento, anuncia-se o vencedor do Premio Wise, considerado o Nobel da Educação. Mais informações sobre o wise em www.wise-qatar.org/2012-Summit .

Tags:

publicidade

publicidade