SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Roteiro estudantil e cívico na capital

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/11/2012 08:00

 

Vencedores do concurso de redação do Senado visitam o prédio do Correio (Camila de Magalhães/FAC/D.A Press) 
Vencedores do concurso de redação do Senado visitam o prédio do Correio

Vinte e sete alunos do ensino médio de todo o Brasil estiveram ontem na sede dos Diários Associados para conhecer a estrutura do grupo de comunicação. Selecionados na quinta edição do Jovem Senador — concurso de redação realizado anualmente pelo Senado Federal — os estudantes tiveram a oportunidade de visitar os bastidores do Correio Braziliense, o Espaço Chatô e os estúdios da Rádio Clube FM, além de saber um pouco mais da história e da rotina de trabalho de cada veículo e da Fundação Assis Chateaubriand.

A visita foi uma das atividades que compuseram a programação de três dias, iniciada na segunda-feira. Nesse período, eles simularam a atuação dos senadores e puderam vivenciar o processo de discussão e elaboração das leis do país. A cerimônia de posse dos jovens contou com a presença do presidente do Congresso Nacional, José Sarney. O grupo também conheceu o Supremo Tribunal Federal e o Palácio do Planalto.

O concurso de redação faz parte do programa Senado Jovem Brasileiro, que visa apresentar aos estudantes informações sobre a estrutura e o funcionamento do Poder Legislativo brasileiro. O tema da quinta edição foi “Meu município, meu Brasil”, aberto a alunos do 2º e 3º anos do ensino médio de escolas públicas estaduais e do Distrito Federal, com idade de 16 a 19 anos.

Os vencedores de cada cidade e do DF receberam notebook, medalha, certificado e publicação da sua redação no livreto produzido pelo Senado e as escolas dos alunos classificados nos três primeiros lugares na etapa nacional ganharão computadores.

A estudante alagoana Layane Marinho, 16 anos, ficou em primeiro lugar no concurso, com a redação “Brasil, uma mãe gentil para os filhos de seus municípios”. Segundo ela, o texto foi um paralelo do Hino Nacional com os problemas socioeconômicos brasileiros relativos à educação e à saúde. “Nós, jovens, somos o futuro do país, é preciso que a gente se envolva na política”, defendeu a aluna da Escola Estadual Padre Aurélio Góes, de Junqueiro (AL). “A experiência dos últimos dias não tem igual. Fomos ao plenário, vimos uma sessão do mensalão e conhecemos um dos maiores jornais do país”, destacou.

Selecionada em três concursos de redação somente este ano — entre eles o Leio e Escrevo Meu Futuro, do Correio Braziliense —, a representante do Distrito Federal, Brena Bittencourt, 17 anos, descreveu os problemas de saneamento básico e as pessoas às margens da sociedade em Recanto das Emas (DF), cidade onde vive. “E também sobre as pessoas que trabalham todos os dias para mudar isso”, acrescentou. Mesmo morando próximo à capital federal, Brena confessa que não conhecia bem o trabalho do Poder Legislativo. “Não tinha ideia da grandeza disso tudo”, comentou a estudante do Cemab, em Taguatinga.
 
 
Tags:

publicidade

publicidade