SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Em nota, UNE lamenta a morte de um de seus fundadores

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/01/2013 19:53 / atualizado em 02/01/2013 19:55

A União Nacional dos Estudantes (UNE) divulgou nota nesta quarta-feira (2/1) lamentando a morte de um dos seus fundadores, o médico Irun Sant'Anna, ocorrida no último domingo (30). Aos 94 anos de idade, ele sofreu falência múltipla dos órgãos.

De acordo com o comunicado, trata-se de “um dos brasileiros a serem reverenciados pelos sentimentos de coletividade, cidadania, defesa da juventude e do Brasil que levaram aqueles jovens de 1937 a mudar o rumo da história nacional”.

O texto ressalta que a “UNE de Irun Sant'Anna se transformaria naquela entidade que combateu o nazi-fascimo no país durante a 2ª Guerra Mundial, que lutou pelo petróleo nos anos 1950, que enfrentou heroicamente a ditadura civil-militar, conquistou a democracia, pintou as caras, foi às ruas e se firmou como um patrimônio de todo o povo brasileiro”.

Ao destacar papel da entidade na luta estudantil, a nota diz que Irun Sant'Anna “é um nome a ser guardado por todos os jovens brasileiros que não desistem de seus próprios sonhos”, e acrescenta que sua trajetória “será uma lembrança permanente, o vento a nortear os nossos rostos e bandeiras em direção a um país mais justo, soberano, com mais participação e oportunidades para todos, em qualquer parte”.

Ainda segundo a nota, apesar da idade avançada, Sant'Anna, “ainda lúcido, com o espírito jovem e os mesmos ideais que o levaram a construir uma das maiores organizações da sociedade brasileira”, esteve recentemente presente em diversas atividades realizadas pelos estudantes, como o aniversário de 75 anos da UNE em agosto do ano passado, no Rio de Janeiro.

A entidade informou ainda que prestará uma homenagem a Irun no próximo Conselho Nacional de Entidades de Base, entre os dias 18 e 21 de janeiro, em Recife (PE). “Irun era o último dos fundadores da UNE ainda vivo”, diz a nota.
Tags:

publicidade

publicidade