SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Secretários de Educação defendem currículo mais atrativo para ensino médio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/02/2013 10:08 / atualizado em 27/02/2013 10:10

Agência Câmara

O secretário de Educação do Acre, Daniel Queiroz Sant’Ana, defendeu nesta terça-feira (27) na Câmara a reformulação do currículo como ponto principal para melhoria do ensino médio que hoje, na opinião dele, não é atrativo para os alunos.

Em audiência promovida pela comissão especial que discute a reformulação do ensino médio para ouvir as sugestões do representante do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Educação, Sant'Ana propôs que as medidas tomadas tenham como base experiências exitosas em currículos mais atualizados.

O secretário defendeu ainda a implantação do ensino em tempo integral. "Caminhar no sentido da educação em tempo integral que deve ser algo feito de forma gradual, paulatina, consensual. Tem que começar por algo que seja viável e possível de ser replicado e reproduzido em todas as escolas de todos os sistemas estaduais."

Já o relator da comissão, deputado Wilson Filho (PMDB-PB), acredita que o maior problema do ensino médio é que atualmente ele está focado no vestibular, mas apenas 12% dos alunos conseguem entrar nas universidades.

Wilson Filho espera que a modificação no ensino médio venha a atender aos 88% por cento dos alunos que não querem ou não conseguem cursar uma faculdade. "Hoje o objetivo do ensino médio é o vestibular. Nós temos que preparar o ensino médio para a vida: mercado de trabalho e ensino superior. 88% hoje vão para o mercado de trabalho e a gente tem que pensar em um ensino médio que possa abarcar todos esses temas."

Quem quiser acompanhar os trabalhos da comissão ou dar sugestões na reformulação do ensino médio pode participar por meio do site  e-democracia, que debate temas importantes em tramitação na Câmara.

Tags:

publicidade

publicidade